• 22/02/2018 (01:07:29)

  • Da Redação

  • Repórter: Correio do Povo

BICAMPEÃO

Grêmio é campeão da Recopa com sofrimento nos pênaltis contra o Independiente

Tricolor foi melhor o tempo todo, mas precisou das penalidades para resolver o título

O Grêmio amassou, desperdiçou chances e foi sempre melhor que o Independiente, mas a taça da Recopa veio apenas nas cobranças de penalidades máximas nesta quarta-feira. Mesmo com um jogador a mais durante grande parte do jogo, o Tricolor não conseguiu tirar o 0 a 0 do placar e veio o drama dos pênaltis.

Com a obrigação de vencer para confirmar o título, o Grêmio tomou a iniciativa do jogo durante todo o primeiro tempo. O Independiente, por sua vez, era perigoso em rápidas transições nos contra-ataques. Além disso, as travas das chuteiras argentinas também levavam perigo aos gremistas.

Logo aos sete minutos, Éverton perdeu um gol daqueles para definir campeonato com categoria. Luan fez bela finta no meio e tocou para Cícero na entrada da área. O meia tocou para Éverton que correu nas costas da defesa e driblou o goleiro. Só que o garoto chutou fraco para o gol, dando a chance de Amorebieta tirar em cima da linha.

Na resposta dos hermanos, Marcelo Grohe teve que trabalhar. Menendes recebeu no contra-ataque e lançou Fernandes nas costas da zaga. O atacante chutou à queima-roupa para boa defesa de Grohe. No rebote, Geromel dividiu com Menendes e ganhou o tiro de meta.