• 10/10/2018 (20:18:15)

  • Repórter: Rádio Guaíba

  • Fotógrafo: Reprodução/Facebook

Eleições 2018 no RS

Eduardo Leite decide apoiar Jair Bolsonaro no 2º turno

Candidato ao governo do Estado publicou nota oficial da coligação explicando os motivos. O MDB de Sartori também apoia Bolsonaro.

Eduardo Leite (PSDB) irá apoiar Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno das eleições presidenciais. O anúncio ocorreu nesta quarta-feira, após reunião entre integrantes dos partidos que compõem a coligação do ex-prefeito de Pelotas ao governo do Rio Grande do Sul. Leite postou na sua página no Facebook o comunicado.

O documento assinado pela coligação "Rio Grande da Gente" - composta pelo PSDB, PTB, PP, PPS, Rede, PHS e PRB - afirma que decidiu por Bolsonaro por "não admitir o retorno de um projeto de poder que gerou o maior escândalo de corrupção da história", se referindo aos governos petistas no governo federal. O texto também diz que as siglas da coligação não podem "compactuar com o PT", que descreveram como "partido que deseja ver o Brasil presidido de dentro da cadeia por um condenado da justiça."


Na segunda-feira, o MDB gaúcho, em coletiva, anunciou o apoio ao presidenciável Jair Bolsonaro. A oficialização foi feita pelo presidente do partido, Alceu Moreira, na presença do governador José Ivo Sartori e demais lideranças. A possibilidade de “melhorar mais rapidamente a vida do povo gaúcho e superar a histórica dificuldade financeira com a implantação do Plano de Recuperação Fiscal” em um “novo modelo de Federação” foram alguns dos argumentos no documento oficial assinado por Moreira que levaram a apoiar o capitão da reserva.

Logo após a decisão da coligação de Eduardo Leite, Sartori publicou um vídeo falando em atitudes oportunistas.