• 10/10/2018 (20:25:51)

  • Repórter: Rádio Guaíba

  • Fotógrafo: Reprodução Facebook

Sem vítima não há crime

Jovem que alegou ser agredida na Cidade Baixa, em Porto Alegre desiste de representar criminalmente

Sem representação, Polícia não irá prosseguir com investigação do caso.

O delegado Paulo César Jardim, titular da 1ª DP da Capital, afirmou que está suspensa a investigação do caso em que uma jovem, de 19 anos, teria tido uma suástica desenhada a canivete em sua barriga. Segundo ele, a vítima se negou a representar criminalmente. Com isso, não existe crime e não há como prosseguir a investigação.

O caso teria ocorrido na rua Baronesa do Gravataí, no bairro Cidade Baixa, na última segunda-feira. A jovem chegou a registrar uma ocorrência na Polícia, mas voltou atrás. A vítima teria sido agredida a socos por três homens que a interpelaram após ela descer de um ônibus. Em seguida, foi ferida na barriga com um canivete.