• 02/12/2018 (23:54:38)

  • Da Redação

  • Repórter: Guaiba

Eduardo Leite e Ana Amélia

Reunião entre Eduardo Leite e Ana Amélia termina sem definições sobre cargo no governo

Senadora disse que está disponível para ajudar em qualquer circunstância

Terminou sem definições concretas a reunião ocorrida, na tarde deste domingo, entre o governador eleito, Eduardo Leite (PSDB), e a senadora Ana Amélia Lemos (PP). Ambos se encontraram na residência da progressista para conversar sobre a participação dela no governo tucano.

Ana Amélia disse que teve com Leite uma reunião agradável e negou ter sido sondada para um cargo na futura gestão. “Falamos sobre o curso dele [Eduardo Leite] na Inglaterra e também sobre os desafios do novo governo. Eu falei que estou à disposição do Estado em qualquer circunstância, colaborando”, comentou a senadora, que encerra o mandato de oito anos no início de 2019.

“Não falamos sobre cargos, mas sobre a disposição de trabalhar intensamente para ajudar. Eu tenho um projeto pessoal de ir aos Estados Unidos e fazer um curso de inglês, seriam dois meses fora, mas meu mandato termina em janeiro, até lá temos muitas coisas a fazer no Senado, votações de interesse do Estado. Quando Eduardo Leite for para Brasília, conversaremos de novo, estaremos sempre em contato”, acrescentou.

A progressista também conversou com o vice-presidente eleito, General Hamilton Mourão, na semana passada. Para Ana Amélia, é importante dialogar com as novas administrações. “Essas conversas não implicam em compromisso. Quando chegar a hora de fazer algo, ou não, será decidido com tempo. Mas não há nenhum tipo de convite dos governos”.

Nos bastidores, circulou a possibilidade de a senadora ser indicada para a Casa Civil ou representar o Piratini no governo gaúcho em Brasília. Já em nível federal, o nome de Ana Amélia é ventilado para os cargos de porta-voz ou ministra na área de Comunicação.