• 21/01/2019 (14:21:05)

  • Repórter: Assessoria

  • Fotógrafo: Divulgação

Mais de quatro décadas de pioneirismo

Hospital de Caridade de Erechim é palco de inovações que marcaram a anestesia no País

A anestesia como a conhecemos é uma aquisição recente na história da humanidade. Em tempos não muito distantes, gelo ou neve para congelar a região a ser operada, embriagar o paciente e até mesmo a hipnose foram recursos usados para aliviar a dor.

Felizmente, isto mudou. 
Há mais de quatro décadas, Erechim é palco destas mudanças. Mais do que isso: é berço de avanços pioneiros em diversas áreas – boa parte deles trazidos pelo anestesiologista, Aldo Peixoto, que tem no currículo 35 mil anestesias realizadas em 45 anos de atividade médica.

Exemplo deste pioneirismo é o Departamento de Anestesiologia do HC, que criou em caráter inédito no país, sob a supervisão de Peixoto, um Ambulatório de Avaliação Pré-Anestésica, no longínquo abril de 1988. Algo que, mesmo nos dias atuais, não é oferecido em muitos serviços de anestesia (restando ao paciente a realização de avaliações após a internação).