• 31/01/2019 (18:41:32)

  • Repórter: Assecom/Piratini

  • Fotógrafo: Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini

RS

Solução contra a crise nas finanças depende de apoio da Assembleia

Posse dos 55 deputados estaduais aconteceu na tarde desta quinta-feira

Cinquenta e cinco deputados estaduais gaúchos foram empossados na tarde desta quinta-feira (31), no Plenário 20 de Setembro da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre. O governador Eduardo Leite esteve presente durante toda a solenidade.

Desde o início do mandato, Leite destaca a importância dos parlamentares no que diz respeito ao ajuste de contas. “O Estado tem um problema crônico nas finanças. É estrutural, não são pequenos ajustes que resolverão o problema. A reformatação disso depende da Assembleia Legislativa, que será protagonista nas alterações”, declarou Leite. Neste primeiro mês, o governador já recebeu 23 dos 55 deputados eleitos, e os outros 32 também serão recepcionados nas próximas semanas.

Todos os deputados fizeram um juramento ao serem empossados. Em seguida, ocorreram a eleição e a transmissão de cargos da nova Mesa Diretora, presidida pelo deputado Luís Augusto Lara, o 67º parlamentar a assumir o cargo desde 1935. “Temos a missão de tirar o Estado da crise em que se encontra. Vamos trabalhar nos grandes temas que dizem respeito ao Rio Grande do Sul”, discursou.

Lara afirmou que a partir de março será retomado o Fórum Democrático. O objetivo é promover encontros quinzenais no interior do estado, a fim de incentivar a participação popular nas discussões. Privatizações, concessões, parcerias público-privadas e a Lei Kandir são alguns dos pontos considerados cruciais pelo novo presidente da Assembleia.

O deputado Frederico Antunes, líder do governo na Assembleia, assumiu o sexto mandato nesta quinta-feira. “O Poder Legislativo será o principal palco das deliberações fundamentais para a retomada do equilíbrio socioeconômico do Estado”, afirmou.

A Mesa Diretora será composta por mais de um partido: como 1ª vice-presidente, a deputada Zilá Breitenbach, e como 2º vice-presidente, Vilmar Zanchin. O secretariado será composto pelos deputados Ernani Polo (1º secretário), Edegar Pretto (2º secretário), Luiz Marenco (3º secretário) e Sergio Peres (4º secretário).