• 06/02/2019 (15:59:49)

  • Repórter: Correio do Povo

  • Fotógrafo: Divulgação/Pref. de Imbituba

Sem saída

Com falta de médicos, cidade de Santa Catarina tem prefeito atendendo população

Prefeito de Imbituba é cardiologista e se especializou no Hospital de Clínicas de POA

Após perder dois profissionais do programa Mais Médicos e ter o efetivo reduzido por desligamentos e férias, a cidade de Imbituba ficou sem atendimento médico em unidades básicas de saúde. A solução foi encontrada no gabinete da prefeitura do município do litoral sul de Santa Catarina. O prefeito Rosenvaldo da Silva Junior é cardiologista e está atendendo, de forma voluntária, em quatro bairros da cidade há duas semanas.

O concurso para repor as vagas já foi realizado, mas, enquanto os novos médicos não assumem, Imbituba teve de recorrer ao chefe do executivo. “A secretária da Saúde, que é uma enfermeira nossa, me procurou e disse: ‘prefeito, não tem o que fazer. Já ofereci hora extra e tem postos que eu não estou conseguindo atender a demanda’”, relata. Em entrevista para a Rádio Guaíba nesta quarta-feira (06), Rosenvaldo disse que o contato com a população é gratificante. Em uma ocasião, a secretária de um posto não informou aos pacientes que o médico era o prefeito, eleito em 2016 pelo Partido dos Trabalhadores. “As pessoas se assustam, mas acham bastante bacana o nosso envolvimento”, conta. Além dos atendimentos em consultório, Rosenvaldo realizou visitas domiciliares a pacientes com dificuldade de locomoção.