Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PROGRAMA DE EXTENSÃO | UFFS atende mais de 500 crianças e 100 educadores em programa de extensão
Atividades desenvolvidas no município de Getúlio Vargas oportunizaram formação continuada para professores e atividades da Brinquedoteca para os pequenos
Da Redação
por  Da Redação
12/07/2019 13:55 – atualizado há 3 meses
Continua depois da publicidadePublicidade

Cerca de 500 crianças de 10 escolas do município de Getúlio Vargas participaram da Brinquedoteca Itinerante, ação promovida pela Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Erechim. As atividades foram articuladas como encerramento de um programa de extensão que, entre diversos projetos, ofertou formação continuada para 100 educadores do município. O programa também propiciou a visitação de professores e crianças das escolas à Brinquedoteca do campus universitário, em Erechim.

As atividades da Brinquedoteca Itinerante aconteceram entre os dias 10 e 14 de junho em um salão no Bairro Santo André. As crianças atendidas puderam brincar em espaços simbólicos como: mercado, ateliê da costura e da fantasia, casa, espaços com materiais não estruturados e com elementos da natureza, entre outros. Ainda teve jogos como futebol de botão e oficinas de tinta feita com espuma de barbear e massa de modelar comestível.

A acadêmica Milena Amabile Mortari, estudante do curso de Pedagogia e bolsista do programa de extensão, explica que as atividades “permitiram o estreitamento dos vínculos entre a UFFS e as escolas, dando retorno aos investimentos que são feitos tanto na Educação Infantil quanto no Ensino Superior”.

O programa de extensão foi coordenado pela professora Flávia Burdzinski de Souza entre maio de 2018 a março de 2019 e, atualmente, é coordenado pela professora Zoraia Aguiar Bittencourt. A Secretaria de Educação, Cultura e Desporto (SMECD) de Getúlio Vargas é apoiadora das ações.

A equipe da SMECD relatou a satisfação com as diversas iniciativas feitas pela equipe da UFFS. Em um relatório enviado à coordenação do projeto, a secretaria destaca que as atividades na Brinquedoteca se constituíram como “verdadeiros territórios brincantes, pensados realmente para as crianças” e em um “espaço atraente onde as crianças vivenciaram o brincar de forma espontânea”.

Agência Brasil

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE