Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Esporte
Após vitória em BH Inter volta pra casa de olho no Brasileirão e na Libertadores
Colorado quer usar o máximo possível de titulares no próximo domingo, às 11h, pelo Brasileirão
Redação
por  Redação
08/08/2019 14:00 – atualizado há 5 meses
Continua depois da publicidadePublicidade


Com tranquilidade, algum cansaço aparente e muitos sorrisos, a delegação do Inter deixou o Hotel Ouro Minas, em Belo Horizonte, na manhã desta quinta-feira (8). Depois da vitória sobre o Cruzeiro e o bom encaminhamento para chegar à decisão da Copa do Brasil, o time passa a pensar no Brasileirão e na Libertadores. O jogo de volta contra os mineiros será apenas no dia 4 de setembro.

Para enfrentar o Corinthians no próximo domingo, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, a ideia é ter a equipe mais titular possível. Em relação ao time que jogou no Mineirão, dois desfalque são certos: Rodrigo Lindoso e Edenilson. Lindoso saiu de campo com dores no tornozelo esquerdo contra o Nacional-URU. Ele jogou contra o Cruzeiro sem o melhor condicionado, caminhava com dificuldade após a partida e será poupado para completar o tratamento. Já Edenilson está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Além disso, o volante, autor do gol da vitória no Mineirão, sentiu uma fisgada no músculo adutor da coxa direita e precisará tratar a lesão que preocupa para sua participação nos jogos contra o Flamengo, a partir do próximo dia 21, pelo torneio continental.

A principal atração colorada será  a volta D’Alessandro, depois de cumprir suspensão na Copa do Brasil. Odair Hellmann ainda depende da revisão médica de todos que jogaram em Belo Horizonte para escalar a equipe. Os jogadores voltam aos trabalhos nesta sexta-feira, às 10h30min, no CT Parque Gigante.

Pelo horário do jogo de domingo (11h), pelo fato de ser Dia dos Pais e graças ao bom momento do time, a diretoria espera mais de 40 mil pessoas no Beira-Rio. Também coopera para isto, segundo os dirigentes, o fato de o adversário ser o Corinthians, inimigo direto na classificação do Brasileirão e rival histórico dos colorados.

Colaborou: GZH

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...