Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
VÍDEO: | Conselho Universitário apoia decisão de Bolsonaro e novo reitor fica no cargo
"A UFFS não pode ser usada como instrumento político contra Governo Federal", diz Recktenvald.
Redação
por  Redação
01/10/2019 08:05 – atualizado há 3 meses
Continua depois da publicidadePublicidade

Nesta segunda-feira (30) aconteceu a sessão especial do Conselho Universitário da Universidade Federal da Fronteira Sul (Consumi).  O "Movimento Ocupa UFFS"  não conseguiu votos suficientes para remeter ao presidente da República, Jair Bolsonaro, a destituição do reitor Marcelo Recktenvald.

O Consuni possui 54 votantes e eram precisos dois terços (36 votos) para que a proposta fosse aprovada. O resultado foi: 35 votos favoráveis à proposta; 12 votos desfavoráveis e 02 abstenções.

O reitor Marcelo Recktenvald falou com o ClicRDC sobre a votação:


Marcelo Recktenvald declarou que é essencial a convivência com diferenças de pensamento e que é importante para a UFFS o compromisso com a legalidade, com a legitimidade nos termos da lei e que a Universidade precisa seguir pelo caminho seguro da institucionalidade.

Segundo ele, a UFFS não pode ser usada como instrumento político contra Governo Federal. É essencial defender os princípios da Administração Pública e a defesa da universidade pública, com ensino gratuito, laica, apartidária e de qualidade, afirma o reitor.

ClicRDC

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE