Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Coudet deve anunciar saída do Racing nesta sexta-feira
Treinador argentino não comandará o clube em 2020
Redação
por  Redação
22/11/2019 11:26 – atualizado há 3 meses
Continua depois da publicidadePublicidade


Eduardo Coudet deverá anunciar, finalmente, que não permanece no comando do Racing em 2020. A expectativa é de que, em entrevista coletiva do campeão argentino, marcada para esta sexta-feira, em Avellaneda, casa do Racing, ele anuncie a saída do clube no fim do ano. Assim, Coudet deve ser o novo treinador do Inter em 2020.

Coudet deverá permanecer, no entanto, pelo menos até a primeira quinzena de dezembro. Isso porque o Racing, como atual campeão argentino, tem direito a disputar a final da Super Copa, em jogo único, marcado para Mar del Plata, contra o Tigre. Esse deve ser o último compromisso de Coudet com a equipe alviazul antes de assumir o Inter.

O jornal argentino Olé trata a entrevista de Coudet nesta sexta-feira como um "anúncio de adeus". A direção teria o entendimento de que "não caiu bem" Coudet explicitar a sua saída do Racing.

Para a Rádio La Red, o próprio presidente do clube, Victor Blanco, confirmou que Coudet informou à direção que não ficará. A sugestão de confirmar a saída teria, inclusive, partido da própria direção do Racing, para dar fim às especulações.

Ainda segundo setoristas que acompanham o dia-a-dia do Racing, Coudet já teria informado, inclusive, o grupo de jogadores a respeito de seu desligamento na segunda quinzena de dezembro.

Sampaoli no Racing


Crédito: Bruno Ulivieri/AGIF


Com a saída de Eduardo Coudet do Racing, o clube de Avellaneda já busca um substituto para a sequência da temporada. O favorito é o atual técnico do Santos e da seleção, o também argentino Jorge Sampaoli. Mesmo com o bom trabalho feito no clube do litoral paulista, a tendência é que ele não permaneça, por conta de divergências com a diretoria.

De acordo com o jornal argentino Olé, houve uma reunião de um dos principais dirigentes do clube, Diego Milito, com o treinador, em São Paulo. E o saldo foi considerado positivo. Segundo a publicação, a boa relação com Milito e o plantel qualificado do Racing são questões que pesam a favor. Não haveria entrave econômico que impedisse o acerto.

Colaborou: CP

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE