Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
GZH
Decorações natalinas exigem alguns cuidados com os Pets que você tem em casa
Características dos objetos usados na decoração de sua casa pode ser atrativos perigosos para os animais
Redação
por  Redação
20/12/2019 16:00 – atualizado há 2 meses
Continua depois da publicidadePublicidade

O Natal já está quase chegando e as residências estão no clima, enfeitadas com muitos objetos coloridos e com formatos diferentes que podem se tornar "petisco perigoso" para cães e gatos. Adornos metálicos e reluzentes, assim como aqueles peludinhos, podem chamar a atenção dos mascotes que se animam com a presença da nova decoração da casa. 

E atenção redobrada se a árvore tiver o chão como base. Muitas vezes, até o material sintético pode ser fonte de distração, em especial para gatos e cachorros filhotes. A mordedura pode trazer consequências alarmantes a ponto de fazer seu pet passar alguns dias no veterinário.

Preste atenção nos cuidados que devemos ter para evitar que essa época de festas não se transforme em lembranças ruins.

Bichinhos de brinquedo

Cada vez em maior evidência, bichinhos feitos de pelúcia e outros materiais sintéticos podem servir de chamarisco para seu mascote. Embora em menor grau de intensidade no que se refere a riscos, podem trazer prejuízos à sua decoração, uma vez que o animal pode destruir tudo que estiver no caminho entre esse bichinho e sua boca.

Pontas da árvore de Natal

Muitas árvores sintéticas têm como base ferro e alumínio, materiais que em alguns casos afloram pontas desprotegidas, estruturas que podem perfurar a boca - e a pele - do mascote que se aventura a brincar com a árvore de natal.

Bolas de Natal 

Não importa o material, bolas de Natal podem ser uma boa fonte de distração para o mascote – e ser bem perigosas se constituídas por vidro. Ao abocanhá-las, o animal só percebe que se meteu em uma roubada quando os cacos estouram em sua boca. É um acidente bem sério.

OXYGEN VIA GETTY IMAGES

Luzes

Essas, sim, são potencialmente perigosas, ainda mais se estiverem em contato com a energia elétrica. Acidentes envolvendo cães e material elétrico não são raros, e o acesso do animal ao fio de luz é favorecido nessa época do ano em função dos objetos iluminados que ficam ligados diretamente na tomada. Procure proteger o fio e deixá-lo escondido dos mascotes. Às vezes um móvel faz esse papel com cães, mas não com os gatos, mascotes que têm acesso às alturas. Tomadas instaladas em alturas mais elevadas devem ser prioridade para evitar acidentes, mas ainda assim deve-se estudar o comportamento dos gatos e colocar barreiras físicas para impedir o acesso deles, se for o caso.

Montagem 

A própria montagem da árvore é um acontecimento que precisa ser realizado longe de mascotes agitados ou filhotes. Durante o procedimento, podem cair objetos como fita crepe, tesoura, cola e até mesmo os adornos a serem pendurados na árvores, o que pode favorecer um “roubo” do produto fora da vista do tutor. Assim que montar sua árvore, limpe toda a sujeira ao redor, não deixe para fazer isso mais tarde se tem mascote solto pela casa. E horas depois da montagem, verifique se seu pet não está quieto em um canto ou vomitando, pois ele pode ter engolido alguma coisa que lhe pareceu divertida naquele momento. 

Presentes

Parece piada, mas acontece. Colocar presentes de Natal antecipadamente pode resultar em um pacote aberto - e comido - antes do tempo. Certifique-se de que a curiosidade do seu pet não seja aguçada antes de colocar os presentes em evidência.

Olhos

Por fim, um cuidado especial para quem tem árvore montada no chão. Seu pet não está acostumado com uma árvore no meio do acesso da sacada, área anteriormente livre, e pode correr pensando estar o caminho livre. Cães podem coçar os olhos em função disso, de terem se encostado involuntariamente nas “folhas” da árvores ou até mesmo esbarrado nelas. Também deve-se considerar a possibilidade de seu mascote desenvolver alergia a algum produto, ainda mais se a árvore esteve guardada de forma irregular por muito tempo. Se seu pet começar a espirrar depois de montada a árvore de Natal, procure investigar que produtos podem estar causando essa reação no mascote. 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE