Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
SecomSC
Ponte Hercílio Luz passa em teste de carga e está pronta para ser reaberta
O teste de peso: 48 caminhões, com 20 toneladas cada, foram enfileirados em cima da ponte, um total de 960 toneladas de peso ao mesmo tempo.
Secom/SC
por  Secom/SC
19/12/2019 17:48 – atualizado há 2 meses
Continua depois da publicidadePublicidade

Está quase tudo pronto para a Ponte Hercílio Luz ser reaberta à população, em menos de duas semanas. Na noite desta quarta-feira, 18, um teste de carga demonstrou que a estrutura já pode voltar a receber o tráfego de veículos, após quase três décadas. 

Ao todo, 48 caminhões, com 20 toneladas cada, foram enfileirados em cima da ponte. Foram 960 toneladas de peso ao mesmo tempo, o que representa aproximadamente 80% da carga máxima projetada. A Velha Senhora passou na avaliação, sob o olhar atento do governador Carlos Moisés, que comemorou mais essa etapa.

“Essa é uma reaproximação da sociedade com essa fantástica ponte de Santa Catarina, que é um patrimônio histórico. É um momento muito emocionante. Vai ser a restituição ao povo do nosso estado. É uma obra há muito tempo esperada e que vai impactar na mobilidade”, afirmou Carlos Moisés.

O teste começou ainda no fim da tarde de quarta-feira e adentrou a madrugada, sendo finalizado por volta de 2h30. Primeiro foram colocados 12 caminhões na ponte, depois mais 20, e por fim mais 16, chegando ao total de 48, carregados com areia e argila.

Os próximos dias serão para os retoques finais, antes da reabertura, a ser realizada em 30 de dezembro. Estão previstos o término da instalação dos guarda-corpos, a sinalização viária e a iluminação funcional.

O secretário-adjunto de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira, destacou que o teste de carga é uma etapa fundamental da reabertura e que os trabalhos devem prosseguir até março, quando se encerra o contrato com a empresa portuguesa Teixeira Duarte.

“A intenção desse teste de hoje é certificar a segurança da ponte para que a gente possa liberá-la em 30 de dezembro. Após essa certificação, faremos a complementação dos serviços de engenharia, inclusive com a iluminação cênica. A partir daí, será planejada a ocupação do seu entorno, de modo a trazer desenvolvimento para toda a região”, explica Vieira.

Para a reabertura da ponte, estão programadas diversas atividades entre os dias 30 de dezembro e 5 de janeiro, por meio do projeto Viva a Ponte. Serão atrações artísticas, folclóricas e gastronômicas. O Viva a Ponte é um projeto cultural, turístico e urbanístico, com ações integradas da Secretaria de Estado da Infraestrutura, Fundação Catarinense de Cultura, Fundação Catarinense de Esporte, Santur, Casa Civil, Secretaria Executiva da Casa Militar, Secretaria Executiva de Comunicação, Defesa Civil e Secretaria de Estado da Segurança Pública.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE