Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação/PC/RS
Polícia Civil mira facção que lavava dinheiro com jogo do bicho no RS
Apesar da baixa lesividade da atividade, o jogo de bicho aumentou o poder bélico dos criminosos.
Assessoria/PC/RS
por  Assessoria/PC/RS
14/01/2020 09:16 – atualizado há 2 meses
Continua depois da publicidadePublicidade

A Polícia Civil realiza, na manhã desta terça-feira, operação contra uma facção criminosa suspeita de lavagem de dinheiro e grande poder econômico no Rio Grande do Sul. A Operação Astúcia foi deflagrada nos municípios de Porto Alegre, Osório, Estrela, Lajeado, Santa Cruz, Venâncio Aires, Novo Hamburgo, Campo Bom.

As investigações identificaram atuação no jogo do bicho para financiamento da facção. Também foi verificado o fornecimento de dinheiro para compra de armas e parceria comercial nos estabelecimentos em que o jogo de azar é explorado. O intuito da facção era diversificar seu faturamento. Apesar da baixa lesividade da atividade, o jogo de bicho aumentou o poder bélico dos criminosos, conforme o delegado Filipe Bringhenti, responsável pela operação.

Após um ano de investigações, a Justiça deferiu mais 200 ordens judiciais. Entre elas, medidas cautelares, probatórias e constritivas. Conforme Bringhenti, o objetivo da ofensiva é congelar o patrimônio da facção e avançar as investigações para esclarecer a participação de cada membro.

Cerca de R$ 9 milhões de patrimônio, entre imóveis e veículos, foram indisponibilizados pela Justiça. Segundo o titular da Delegacia de Repressão à Lavagem de Dinheiro (DRLD), 120 pessoas, físicas e jurídicas, já tem participação apurada no esquema.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...