Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Aeronaves da FAB decolam para buscar brasileiros que estão em Wuhan
Os aviões, são de propriedade da Presidência da República. Previsão de retorno ao Brasil está marcado para a tarde de sábado
GZH
por  GZH
05/02/2020 13:28 – atualizado há 1 mês
Continua depois da publicidadePublicidade

Duas aeronaves da Presidência da República partiram da Base Aérea de Brasília no fim da manhã desta quarta-feira (5), para a missão de repatriação do grupo de 34 pessoas, entre brasileiros e familiares, que estão em quarentena na cidade de Wuhan, na China, epicentro do coronavírus.

Os aviões, são de propriedade da Presidência da República. A decisão de usar os dois aviões, que são reservas do presidente, se deu a fim de evitar barreiras de licitações e custos ao governo federal. 


Ainda no país asiático, o grupo passará por exames prévios para checagem das suas condições clínicas. Aqueles que apresentarem sintomas da doença não poderão embarcar, conforme aponta o formulário enviado pelo governo federal aos interessados no processo de repatriação.

A expectativa é de que estas pessoas pisem em solo brasileiro na tarde de sábado (8). Uma vez no país, elas permanecerão em quarentena por 18 dias, na Base Aérea de Anápolis, em Goiás. De acordo com o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, o alojamento “tem boas condições e, até a chegada dos brasileiros, ficará melhor ainda, dentro das condições sanitárias e de saúde que os protocolos estipulam".

Essa, aliás, é uma das preocupações das pessoas que serão repatriadas. De acordo com Antonio Rodrigo Machado, advogado representante do grupo, o grande questionamento das mães das crianças são as condições da base militar onde o grupo ficará alojado:

— O governo informou que a infraestrutura é apropriada. Não exigimos nada além de algo que garanta a dignidade humana e o respeito, principalmente, porque temos crianças e idosos envolvidos.

Veja o trajeto do avião que buscará os brasileiros

GZH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE