Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Polícia frustra ação de quadrilha gaúcha que planejava assalto em joalheria de Santa Catarina
Denúncias e investigações anteciparam a ação da quadrilha que se preparava para assaltar nesta segunda (10), uma joalheria dentro de shopping, em São José.
NSCTotal
por  NSCTotal
10/02/2020 17:39 – atualizado há 2 meses
Continua depois da publicidadePublicidade

Denúncias e investigações fizeram com que a polícia antecipasse a ação de uma quadrilha gaúcha, que se preparava para cometer um assalto na tarde desta segunda-feira (10), dentro de um shopping em São José, na Grande Florianópolis. 

Suspeitos estavam a caminho do shopping quando foram abordados(Foto: PRF/Divulgação)

Seis suspeitos foram presos com duas armas de fogo, lacres plásticos - utilizado por criminosos para amarrar as vítimas - e pregos retorcidos, conhecidos como miguelitos, que seriam usados na fuga. Um homem escapou.

O grupo armado utilizava três carros e uma motocicleta. Eles estavam no bairro Fazenda do Max, em direção ao shopping, onde tinham como alvo uma joalheria, segundo a polícia. Foi quando o grupo acabou cercado por viaturas da Polícia Rodoviária Federal (PRF), da Polícia Civil e da Guarda Municipal de São José.

Segundo informou a PRF, os três automóveis foram parados e os suspeitos detidos. Entre os carros, um havia sido roubado de Novo Hamburgo, na região Metropolitana do RS, no dia 6 de fevereiro. O tripulante da motocicleta conseguiu escapar.

Além dos dois revólveres, miguelitos e lacres, com os presos foram encontrados algumas bolsas, que seriam usadas para carregar as joias. O grupo criminoso foi conduzido até a 2ª Delegacia de Polícia Civil, em São José.

Segundo a polícia, todos os suspeitos têm antecedentes criminais e um deles ainda foi reconhecido, já na delegacia, pela proprietária de uma joalheria de Florianópolis, que teve a loja assaltada no final do mês de janeiro.

Ainda de acordo com a PRF, um dos presos estava com mandado de prisão em aberto expedido pela justiça gaúcha.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...