Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Jovem morre após ser atropelado três vezes por motorista com sinais de embriaguez
Caso ocorreu em Pinhal Grande, na Região Central, na saída de um baile. Robson Santos da Silva chegou a ser socorrido mas não resistiu aos ferimentos.
GZH
por  GZH
17/02/2020 16:58 – atualizado há 1 mês
Continua depois da publicidadePublicidade

A Polícia Civil de Pinhal Grande investiga a morte de um jovem de 22 anos após ser atropelado na madrugada de domingo (16) em Pinhal Grande, na Região Central. Robson Santos da Silva chegou a ser socorrido. Ele foi levado à casa de saúde da cidade e depois transferido ao Hospital Universitário de Santa Maria. No entanto, não resistiu aos ferimentos e morreu.

O atropelamento ocorreu por volta das 5h30min de domingo, na saída de um baile, na Rua Valentim Rubim, que fica no bairro Limeira. Uma mulher, que já foi identificada pela polícia, era a motorista do veículo. Ela fugiu do local sem prestar socorro.

Conforme testemunhas ouvidas preliminarmente, ela apresentava sinais de embriaguez.

Segundo o delegado Adriano de Rossi, responsável pela investigação, é preciso esclarecer as circunstâncias do atropelamento, se a mulher e a vítima tiveram algum desentendimento e se eram conhecidos. Nesta segunda (17), mais testemunhas foram ouvidas. Elas relataram que a mulher atropelou o jovem uma primeira vez e, depois, deu ré, passando por cima da vítima novamente e, por fim, uma terceira vez. A suspeita deve ser intimada nos próximos dias.

— Ainda vamos ouvir mais testemunhas, duas pessoas que estavam no carro com ela e dois primos da vítima, que estavam com ele na rua quando isso ocorreu. Eles estavam indo embora, ela parou ao lado deles e a vítima foi até a janela conversar. Após isso, ele parou na frente do carro, quando houve o atropelamento. Depois, então, ela deu ré e passou outras duas vezes por cima da vítima. Então, está claro que houve a intenção de matar, que ela usou o carro como uma arma para cometer o crime — relata o delegado.

O jovem foi sepultado nesta segunda-feira pela manhã no Cemitério Municipal de Pinhal Grande.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE