Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Hospital de Caridade anuncia medidas de prevenção ao Coronavírus
HC estabelece um Comitê de Enfrentamento da doença, adota novas medidas de atendimento no Pronto-Socorro; designa área de internação específica e restringe visitas
Salus Loch
por  Salus Loch
16/03/2020 15:44 – atualizado há 3 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

Atento à pandemia do Coronavírus (COVID-2019), o Hospital de Caridade de Erechim trabalha com medidas preventivas buscando garantir a saúde da comunidade regional e, também, de seus cerca de 500 colaboradores e mais de 240 médicos. Para tanto, um Comitê de Enfrentamento da doença, composto pela administração, diretores médico e clínico e mais de uma dezena de profissionais de diferentes áreas do Hospital, tem se reunido a fim de estabelecer protocolos e diretrizes, de acordo com orientações dos organismos de saúde.

Entre as medidas tomadas pela instituição estão:

  • Atendimento apropriado aos pacientes que chegam ao Pronto-Socorro com problemas respiratórios (uso de álcool gel, máscara e triagem em seguida). A pessoa também é prontamente encaminhada a ambiente diferenciado de atendimento, evitando o contato com os demais usuários do serviço. O paciente, quando necessário, deverá estar acompanhado por apenas uma pessoa;
  • Uso de equipamentos de segurança (máscaras, óculos e luvas, conforme o caso) pelas equipes do Pronto- Socorro, Laboratório, CDI, Portaria, Internações, Caixa e Lanchonete;
  •  Designação de área devidamente equipada, com estrutura de UTI, voltada a internação de pacientes, caso necessário;
  • Suspensão temporária das visitas aos pacientes internados em todas as unidades da instituição, a partir de terça-feira, dia 17. Será permitida, no máximo, a presença de um acompanhante no quarto;
  • Na UTI Adulto serão mantidos os três horários de visitas, sendo permitido somente um visitante por horário;
  • No Pronto Socorro será permitido apenas um acompanhante por paciente, caso seja necessário;
  • Suspensão do consumo de chimarrão em todo o Hospital;
  • Suspensão das Missas e visitas da Pastoral da Saúde.

Importante:

Em caso de febre e tosse, sem sintomas de gravidade, procure ficar em casa. Caso necessite, procure uma Unidade Básica de Saúde. Somente se seu estado piorar, você deve procurar Unidades de Pronto Atendimento (UPAS) ou hospitais, visando reservar esse atendimento a casos mais graves.

Saiba mais:

O que é o COVID-19? 

O Coronavírus 2019 é um vírus de transmissão respiratória, transmitindo pelas gotículas de secreção eliminadas quando tossimos ou espirramos. Embora a grande maioria das pessoas vá apresentar apenas sintomas leves como febre e tosse, algumas podem ter casos mais graves com falta de ar importante e necessidade de internação em hospital.

Sintomas da doença:

Febre, insuficiência respiratória e tosse são os sintomas mais frequentes.

Precauções para evitar a transmissão, conforme o pneumologista do HC, Leandro Antonio Gritti:

  1.  Como as gotículas de secreção não se disseminam por longa distância, Gritti sugere que deve-se evitar ficar próximo de alguém visivelmente doente (que esteja tossindo e/ou espirrando). Também deve-se evitar ambientes com aglomeração de pessoas, o que reduz o risco de contágio;
  2. A pessoa com sintomas respiratórios/suspeita do coronavírus deve fazer uso de máscara, pois ela limita a transmissão do vírus pela tosse ou espirro;
  3. Como as gotículas de secreção podem estar depositadas em diversas superfícies, móveis, utensílios em geral, corrimões, dispositivos eletrônicos e etc, não devemos colocar a mão na boca, nariz ou olhos sem antes higienizar adequadamente as mãos com água e sabão e álcool gel;
  4. Evitar compartilhar utensílios como copos d’água, por exemplo (cada um deve ter o seu);
  5. Ao tossir ou espirrar deve-se cobrir o rosto com lenço descartável ou na ausência deste usar o braço/cotovelo;
  6. Usar o cotovelo ou toalha de papel para abrir portas, torneiras, dar descarga no vaso sanitário de locais públicos/circulação de pessoas;
  7. Lavar as mãos regularmente durante o dia e pelo menos 3x/dia antes das refeições e sempre que tocar superfícies de móveis e utensílios de ambientes públicos;
  8. Evitar locais com grande concentração de pessoas e não compartilhar objetos de uso pessoal.

Previna-se

Durante o período de incubação do vírus, você pode estar se sentido ótimo e não ter nenhum sintoma da doença, mas infelizmente já poderá transmiti-la para outras pessoas sem saber. Caso você tenha tido contato com um caso confirmado ou suspeito de Coronavírus, o melhor é permanecer em casa e evitar o contato com outras pessoas. Se você estiver sem sintomas, deve ficar por 7 dias, caso tenha sintomas, o período deve ser de 14 dias.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE