Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação
Estiagem provoca alerta máximo no sistema de abastecimento de água no Oeste de SC
Por conta da estiagem, municípios estão em situação de alerta. Um município decretou situação de emergência
ClicRDC
por  ClicRDC
17/03/2020 12:47 – atualizado há 3 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

Nesta manhã desta terça-feira (17), a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan), informou que a estiagem preocupa o abastecimento de água em 10 municípios do Oeste catarinense. Segundo a Companhia, os municípios que estão em alerta são: Águas Frias, Anchieta, Campo Erê, Dionísio Cerqueira, Iporã do Oeste, Jaborá, Palma Sola, São Lourenço do Oeste, São Miguel do Oeste e Seara. Além dos municípios informados pela Casan, Caibi, também no Oeste de Santa Catarina, decretou situação de emergência devido a estiagem.

A Casan orienta que os moradores destes municípios economizem ao máximo o consumo de água tratada, pois se encontram em estado de alerta. A companhia informou que nesses locais, desde o feriado do Carnaval, não há registro de chuva suficiente para reforçar os mananciais.

Abastecimento comprometido

Segundo a Casan, em Águas Frias o abastecimento já se encontra comprometido. Em Dionísio Cerqueira a Companhia teve de reduzir a vazão captada, mas o abastecimento ainda não foi afetado. A Barragem Cambuí, em São Miguel do Oeste, está com nível extremamente baixo, e em Seara o poço que serve de principal manancial à cidade está próximo de seu limite

Caibi

Na Segunda-feira (16), a Administração Municipal de Caibi reuniu a Comissão Municipal de Defesa Civil, para avaliação da situação de estiagem e decretar emergência no município. O decreto 047/2020 foi assinado nesta terça-feira (17) pelo prefeito Elói José Líbano. O documento ficará vigente por 90 dias e pode ser prorrogado caso a situação não normalize.

Segundo o prefeito, a falta de chuva tem afetado a pecuária leiteira, aviária, suínos e o abastecimento para consumo dos moradores, bem como a produção agrícola, que é na maioria de porte familiar e de subsistência no município.

O prefeito destacou que há cerca de três semanas, o setor de obras do município destinou três retroescavadeiras para atender exclusivamente a captação de água nas propriedades rurais, para o uso dos animais. Além disso, desde a última semana, foi destinada uma escavadeira hidráulica para também auxiliar nos locais de difícil acesso

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE