Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
COI estabelece prazo de quatro semanas para definir o adiamento dos Jogos Olímpicos
Segundo o Financial Times, Bach e as autoridades japonesas chegaram a um “acordo de cavalheiros”, mas começaram a discutir a data para quando eles seriam adiados.
Info Money
por  Info Money
22/03/2020 16:47 – atualizado há 1 minuto
Continua depois da publicidadePublicidade

Os Jogos Olímpicos de Tóquio podem ser adiados em dois anos, após a escalada nos casos de coronavírus no mundo que fez aumentar a pressão sobre o governo japonês e os organizadores da competição. As informações são do jornal britânico Financial Times.

O Comitê Olímpico Internacional (COI) teria estabelecido um prazo de quatro semanas para definir o adiamento das competições. A entidade teria dito que vai precisar do “apoio irrestrito” das autoridades japonesas, dos organismos esportivos, canais de televisão e patrocinadores, e ressaltou que o “cancelamento dos Jogos não está nos planos”.

Na última semana, o presidente do COI Thomas Bach e autoridades japonesas discutiram à portas fechadas como responder à pandemia de coronavírus. Ao mesmo tempo, reforçaram publicamente que os Jogos Olímpicos começariam na data marcada, 24 de julho.

Segundo o Financial Times, Bach e as autoridades japonesas chegaram a um “acordo de cavalheiros” para não cancelar os Jogos, mas começaram a discutir a data para quando eles seriam adiados.

As fontes do jornal afirmam que a nova data provável para o início dos Jogos deverá ser na metade de 2021, mas que outras opções estão sendo discutidas, como o terceiro trimestre do ano que vem ou até mesmo adiar as competições para 2022.

Os organizadores da Tóquio-2020 relutam em cancelar ou adiar os Jogos, dados os custos da decisão. A competição deve custar US$ 25 bilhões ao Japão, segundo estimativas.

O COI afirmou neste domingo que uma “decisão final” sobre o adiamento seria prematura, já que a crise do coronavírus no Japão melhorou nas últimas semanas, mas se disse preocupado com a situação nos outros países.

Nos últimos dias, a entidade tem sido pressionada por atletas, confederações e até por suas próprias autoridades a adiar os Jogos Olímpicos.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE