Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação
Santa Catarina
Pacientes de Chapecó com suspeita de coronavírus estão internados na UTI
Hospital revela que “governo federal determinou medidas, entre elas a proibição de qualquer hospital afirmar se há ou não paciente internado ou com suspeita de infecção por Coronavírus”.
ClicRDC
por  ClicRDC
25/03/2020 17:33 – atualizado há 5 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

Dois pacientes de Chapecó estão internados em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) com suspeita de coronavírus. Um deles é uma criança que está internada na UTI do Hospital Regional do Oeste (HRO). O outro está internado em um hospital de Maravilha, no Oeste catarinense. Além dos dois casos suspeitos, há outros seis em monitoramento e três confirmados de coronavírus no município.

As informações foram divulgadas na manhã desta quarta-feira (25), pela médica infectologista Carine Kolling, durante coletiva. A médica disse que a mulher e os dois homens que testaram positivo para Covid-19 estão em isolamento domiciliar, com estado clínico leve e estável. Dos casos suspeitos, cinco estão internados em unidades hospitalares e outros três estão em isolamento domiciliar.

“Um está internada na UTI de Maravilha, não tenho maiores detalhes, mas possivelmente é um paciente mais grave. Uma criança está na UTI do Hospital Regional (HRO, mas a principio, clinicamente foram descartadas as suspeitas pelo histórico clínico da criança – paciente crônico de longa data. Os outros encontram-se internados em enfermarias e em estado estável”, informou a médica.

A médica ressaltou que é importante manter as orientações de distanciamento social. Já os pacientes que possuem sintomas devem permanecer em isolamento domiciliar. “Gostaria de relembrar que somente devem procurar atendimento pacientes com casos mais graves”, reforçou.

Procurado pela reportagem do ClicRDC, o hospital diz que o “governo federal determinou medidas, entre elas a proibição de qualquer hospital afirmar se há ou não paciente internado ou com suspeita de infecção por Coronavírus”.

O hospital informou que repassa as informações às autoridades sanitárias, que os boletim com as informações em Chapecó são repassadas pela Secretaria da Saúde.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...