Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação
Economia
WEG vai fabricar respiradores artificiais para pacientes com Covid-19
Com a linha de montagem preparada, a WEG terá capacidade estimada de fabricar 50 respiradores por dia e fazer entregas já na segunda quinzena de maio.
OCP News
por  OCP News
30/03/2020 16:38 – atualizado há 7 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

A WEG anunciou nesta segunda-feira (30) um acordo de transferência tecnológica com a Leistung Equipamentos Ltda, fabricante de equipamentos médico-hospitalares, para viabilizar a produção de respiradores artificiais em resposta a pandemia do Covid-19.

O contrato concede à WEG a licença para produzir o respirador com base na tecnologia do aparelho de ventilação mecânica pulmonar "Luft-3" da Leistung.

A WEG vai utilizar a estrutura das suas fábricas de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, para produzir os respiradores e trabalha com a possibilidade de fazer ajustes ao projeto para agilizar a produção.

No momento, o plano prevê a compra de todos os componentes necessários para a produção de 500 respiradores. Com a linha de montagem preparada, a WEG terá capacidade estimada de fabricar 50 respiradores por dia e fazer entregas na segunda quinzena de maio.

“Dependemos agora da obtenção dos componentes eletrônicos e pneumáticos, muitos deles importados e que sofrem escassez no mercado neste momento”, informa Manfred Peter Johann, Diretor Superintendente da WEG Automação.

A implantação da linha de produção seguirá todos os protocolos sanitários de higienização e demais medidas protetivas recomendadas pelas autoridades de saúde para as indústrias.

O projeto da WEG segue na mesma direção do Mais Respiradores, iniciativa da Fiesc, Senai e ACM.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e dez grandes indústrias se uniram para realizar a manutenção de respiradores mecânicos que estão sem uso, a fim de ajudar no tratamento de pacientes com covid-19.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...