Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Segurança
Ronaldinho e Assis vão para prisão domiciliar na capital paraguaia
O valor da fiança ficou fixado em 1,6 milhão de dólares (mais de R$ 8 milhões). Eles não podem deixar o país.
GZH
por  GZH
07/04/2020 17:55 – atualizado há 56 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

A estratégia da defesa de Ronaldinho e Assis surtiu efeito nesta terça-feira (7). Um pedido protocolado pelo advogado do ex-jogador, Sérgio Queiroz, para a saída dele e de Assis da prisão foi deferido pelo juiz Gustavo Amarilla em audiência realizada no Palácio da Justiça, em Assunção, no Paraguai. Ambos vão para uma prisão domiciliar na capital paraguaia.

Audiência foi realizada no Palácio da Justiça, em Assunção MP do Paraguai / Divulgação

Ronaldinho e Assis, que completaram um mês de prisão na Agrupación Especializada da Polícia Nacional do Paraguai, ficarão retidos no Hotel Palmara Roga e já devem fazer o deslocamento ainda na noite desta terça. Ronaldinho ficará no quarto 104 do hotel, enquanto Assis, no quarto 106. O valor da fiança ficou fixado em 1,6 milhão de dólares (mais de R$ 8 milhões). Eles não podem deixar o país.

O pedido de prisão domiciliar foi aceito pelo tribunal em função da perícia realizada nos celulares dos ex-jogadores pelo Ministério Público, que concluiu investigação sem ligação de ambos com esquema de lavagem de dinheiro. Vale lembrar que o pedido de prisão preventiva, feito pelo promotor Osmar Legal, é por um período de até seis meses.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...