Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Entretenimento
Rubem Fonseca, autor de ‘Feliz Ano Novo’ e ‘O Cobrador’, morre aos 94 anos
Segundo o Hospital Samaritano de Botafogo, na zona sul carioca, Fonseca morreu em decorrência de uma parada cardíaca.
CNN Brasil
por  CNN Brasil
15/04/2020 16:24 – atualizado há 39 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Morreu nesta quarta-feira (15) no Rio, aos 94 anos, o escritor Rubem Fonseca, autor de contos icônicos da literatura brasileira como Feliz Ano Novo e O Cobrador, além de romances como Agosto. Segundo o Hospital Samaritano de Botafogo, na zona sul carioca, Fonseca morreu em decorrência de uma parada cardíaca.

Conhecido por sua reclusão, o autor marcou época na literatura brasileira principalmente no gênero policial, com uma escrita marcada por uma crítica social aguda e personagens explicitamente violentos. Suas obras misturavam elementos da realidade, personagens históricos e a vivência do mundo policial com personagens marginalizados. Entre suas obras mais famosas estão Bufo e Spallanzani, O Caso Morel, Romance Negro, A Grande Arte e Lúcia McCartney.

Fonseca foi agraciado várias vezes com o Prêmio Jabuti e, em 2003, recebeu o prêmio Camões, o mais importante da literatura em língua portuguesa, pelo conjunto da obra.

Mineiro de Juiz de Fora, Rubem Fonseca nasceu no dia 11 de maio de 1925. Na infância, passou a morar no Rio de Janeiro. Formou-se na escola de Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade do Brasil, atual UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro). Entre 1952 e 1958, foi comissário de polícia. Pela corporação, estudou Administração e Comunicação nas cidades americanas de Boston e Nova York.

De volta ao Brasil, Fonseca passou a se dedicar exclusivamente à literatura. Em 1967, escreveu críticas cinematográficas para a revista Veja. Ao longo da carreira, seus textos foram adaptados para o cinema e a televisão.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...