Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Economia
Leite cita perdas no RS e alerta para a urgência da liberação de recursos a estados e municípios
Governador gaúcho participou de reunião com o presidente Jair Bolsonaro.
CP
por  CP
21/05/2020 13:51 – atualizado há 10 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Logo após a reunião entre o presidente Jair Bolsonaro e governadores de estado, o representante do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, destacou a importância do encontro com o mandatário brasileiro para encaminhar um entendimento e, sobretudo, assegurar o auxílio aos estados durante a pandemia do novo coronavírus. Leite salientou a necessidade da liberação urgente dos recursos do governo federal.

"Foi uma reunião importante na direção da busca por um entendimento. O país não precisa de conflitos federativos, precisa de união no enfrentamento do novo coronavírus. Pontuamos que é importante a sanção e o repasse o mais rápido possível do apoio do governo federal aos estados e municípios", disse Leite.

Leite acompanhou reunião com presidente Jair Bolsonaro | Foto: Felipe Dalla Vale / Piratini / CP

Leite ainda citou que o Rio Grande do Sul terá perdas significativas e o auxílio poderia contribuir para amenizar o prejuízo. "Só para dar um exemplo: ao final do mês de maio nós teremos R$ 1,7 bilhão de perdas de arrecadação. Se a União repassar a ajuda, o Estado receberá R$ 500 milhões. Quanto mais atrasar a sanção e o repasse, maior será a defasagem", argumentou.

O governador gaúcho também reiterou o apoio ao congelamento dos reajustes dos servidores públicos. "Há o apoio ao congelamento dos reajustes. Não é o momento para aumento salariais, até porque não haverá cobertura financeira. É importante que exista o veto, ainda que não haja unanimidade", acrescentou.

Leite comentou, no entanto, que a reunião terminou sem a clareza por parte do governo federal sobre quando ocorrerão a sanção e o repasse dos recursos para estados e municípios.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...