Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Jefferson Bernardes / PMPA / CP
Rio Grande do Sul
Capital do RS entra em bandeira vermelha e Marchezan anuncia novo fechamento do comércio
Um novo decreto será preparado e será detalhado pelo gestor neste domingo as 15h.
cp
por  cp
20/06/2020 22:02 – atualizado há 42 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Após o governo do Rio Grande do Sul colocar a cidade de Porto Alegre em bandeira vermelha no sistema de Distanciamento Controlado, o prefeito Nelson Marchezan Jr. anunciou o fechamento, a partir de segunda-feira do comércio. Permanecerão abertos apenas os estabelecimentos e serviços considerados básicos e expressamente autorizados, além dos autônomos e microempreendedores individuais. Um novo decreto será preparado e será detalhado pelo gestor no domingo.

Apesar de o prefeito ter se manifestado sobre a abertura dos restaurantes até as 17h, a medida não é permitida para áreas em bandeira vermelha. Restaurantes e lancherias estão proibidos de receber clientes no local, mas podem atender em sistema de tele-entrega, drive-thru e pegue e leve.

Em antecipação nas redes sociais, o tucano informou que a decisão do Comitê de Enfrentamento ao coronavírus foi tomada hoje, em reunião, após a equipe passar os últimos dois dias analisando todos os dados importantes. Os principais motivos levados em conta são o rápido avanço da ocupação de leitos de Unidade de Tratamento Intensivo e a grande circulação de pessoas nas ruas.

A Capital, cidade com mais casos confirmados no Estado, teve piora em seis dos 11 indicadores analisados: hospitalizações de casos confirmados aumentaram 54% em relação à semana anterior (137 ante 89), enquanto aquelas por SRAG cresceram 35% (212 contra 157). O número de internados e leitos clínicos Covid-19 teve variação de 47%, enquanto aqueles em leitos UTI específicos para a expandiram 36%. As mortes aumentaram 92%, com 23 falecimentos em uma semana. O Palácio Piratini projeta que 43 pessoas percam a vida por conta no novo coronavírus na próxima semana.

O executivo também estabelece regramento para evitar aglomerações em estabelecimentos como supermercados, shoppings e parques e praças. Pessoas que desrespeitarem medidas de proteção individual, ou supermercados e shoppings que não evitarem aglomerações poderão ser multados

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...