Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Album de família
Segurança
Polícia Civil conclui inquérito de engenheiro morto em ação de policiais da BM em Marau
Inquérito apurou que o soldado agiu em erro, numa legítima defesa putativa (imaginária) e que na ocasião, em sua percepção, a vítima era um perigo eminente.
Leandro Vesoloski/Rádio Uirapuru
por  Leandro Vesoloski/Rádio Uirapuru
22/06/2020 18:37 – atualizado há 44 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Na tarde desta segunda-feira, 22, a delegacia de polícia de Marau concluiu o inquérito policial do caso em que um engenheiro foi morto por um soldado da Brigada Militar. O fato ocorreu em 19 de abril, quando a polícia interceptou na rodovia um veículo roubado na cidade de Casca.

Na fuga o veículo roubado colidiu com o carro da vítima, o engenheiro Gustavo Santos do Amaral, que foi confundido com um dos criminosos e foi alvejado pelo policial. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu.

Segundo informações da Polícia Civil, o inquérito policial será remetido ao judiciário com cópia para Brigada Militar.

A conclusão da polícia é que o soldado agiu em erro, numa legítima defesa putativa (imaginária) e que na ocasião, em sua percepção, a vítima era um perigo eminente.

O inquérito foi finalizado com mais de 200 páginas de um croqui detalhado do local dos fatos, apontando local dos veículos, das pessoas e o seu deslocamento. O relatório final conta com 28 páginas e um mapa de quatro folhas.

Relembre o caso

O domingo, 19, iniciou de forma trágica na ERS 324 em Marau, próximo ao trevo de acesso a Nicolau Vergueiro. Um homem que trafegava pela rodovia foi atingido por um tiro durante confronto entre polícia e bandidos.

Conforme divulgado pela Polícia, uma caminhonete Amarok que teria sido roubada neste sábado em Casca, foi avistada no início da manhã trafegando no sentido a Passo Fundo. A polícia foi avisada e montou uma barreira, porém ao avistar as viaturas os criminosos atiraram contra as guarnições.

Um homem que estava a bordo de uma Fiat/Doblo que passava pelo local juntamente com mais três pessoas, foi atingido por um disparo. Ele foi socorrido pelo corpo de bombeiros e levado ao Hospital Cristo Redentor de Marau mas não resistiu aos ferimentos e entrou em óbito. Ele foi identificado como Gustavo Santos do Amaral.

O foragido da justiça, Ivo Luís Nogueira Wilhelm também foi baleado e conduzido ao hospital em Marau e posteriormente transferido a Passo Fundo em estado grave. Outro homem com extensa ficha criminal também foi preso. Ele foi identificado como sendo Maurício Lermem dos Santos. Com eles a polícia localizou um revólver e um simulacro de arma de fogo.

Os peritos do IGP foram acionados estiveram no local para o trabalho pericial.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...