Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação
Cidade
Conselho Tutelar e o combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes
O Conselho Tutelar de Erechim realizou uma série de atividades em virtude do Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes – 18 de maio.
Secom/PME
por  Secom/PME
25/06/2020 17:57 – atualizado há 55 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade


O Conselho Tutelar de Erechim realizou uma série de atividades em virtude do Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes – 18 de maio. As ações foram realizadas durante todo o mês em instituições públicas e comércio local objetivando a conscientização da comunidade erechinense sobre a importância desta data, na luta pela garantia e defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes. Da mesma forma, alertando na identificação dos sinais físicos e comportamentais em crianças e adolescentes vítimas de violência sexual.

As atividades iniciaram no dia 18 de maio na Av. Maurício Cardoso, através de uma exposição de cartazes alertando toda a sociedade sobre a necessidade da prevenção à violência sexual, com o tema Faça Bonito – Proteja Nossas Crianças e Adolescentes. Posteriormente a campanha de conscientização passou por supermercados da cidade e pelo Terminal Rodoviário Urbano.

O Conselho Tutelar de Erechim enfatiza que diariamente crianças e adolescentes são expostos a diversas formas de violência nos ambientes por eles frequentados. Por isso, a família, a sociedade e o poder público, devem ser envolvidos na discussão e nas atividades propostas em relação à prevenção ao abuso e exploração sexual, alertando principalmente que as vítimas, em sua maioria, não têm a percepção do que é o abuso sexual.

A violência sexual de crianças e adolescentes pode ocorrer em várias idades, e em todas as classes sociais, podendo ser de diferentes formas. O abuso sexual acontece quando a criança é utilizada por um adulto ou adolescente, para praticar algum ato de natureza sexual. Já a exploração sexual, quando crianças e adolescentes são usados com propósito de troca ou de obter lucro financeiro ou de outra natureza em turismo sexual, tráfico, pornografia, ou também em rede de prostituição.

Assim que for identificada a violência sexual, antes mesmo de conversar com a vítima, é importante entrar em contato com profissional que possa colaborar e dar o encaminhamento correto de acordo com o caso.

A Conselheira Tutelar Gilseia Terribile ressalta a importância do trabalho em rede, destacando os Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS), que “são unidades públicas que funcionam como porta de entrada para o atendimento de pessoas em situação de risco social ou que tiveram seus direitos violados”. Salienta também que, principalmente, “não culpabilizem a criança ou o adolescente, identifiquem quaisquer elementos e situações de risco que possam haver”.

Havendo alguma suspeita é possível fazer a denúncia por meio do canal Disque 100. A ligação é gratuita, funciona todos os dias da semana, por 24h, inclusive sábados, domingos e feriados. A denúncia pode ser feita também na Polícia Militar, pelo número 190, ou Polícia Rodoviária Federal, pelo 191. O sigilo é garantido, e as ligações podem ser feitas por aparelhos fixo ou móvel.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...