Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Segurança
Polícia gaúcha incinera dez toneladas de entorpecentes
O processo foi acompanhado por representantes do Poder Judiciário e do Ministério Público.
Assessoria Gov/RS
por  Assessoria Gov/RS
26/06/2020 22:45 – atualizado há 36 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Um dos maiores problemas de saúde e de segurança pública do mundo, o uso de drogas é combatido diariamente pelas polícias no Rio Grande do Sul. São centenas de ações estratégicas com o objetivo de fragilizar o comércio de entorpecentes que movimenta a cadeia do crime. Nesta sexta-feira, 26 de junho, Dia Internacional de Combate às Drogas, parte das apreensões realizadas por Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Brigada Militar e Guardas Municipais foi incinerada. A ação, coordenada pelo Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc), destruiu dez toneladas de entorpecentes, entre cocaína, crack e maconha.

A operação começou na quinta-feira (25/6), quando agentes das polícias Civil e Rodoviária Federal acompanharam a transferência das drogas do depósito onde estavam guardadas até o caminhão e, posteriormente, realizaram a escolta para o local onde foram queimadas. O processo foi acompanhado por representantes do Poder Judiciário e do Ministério Público.

“Hoje estamos destruindo parte das apreensões que não cessam. Só neste ano, o Denarc já apreendeu 1,5 tonelada de maconha e quase 14 mil compridos de ecstasy”, informa o diretor do Denarc, delegado Vladimir Urach.

Foto: Rodrigo Ziebell / SSP

A incineração das drogas – desta vez realizada em uma unidade da Gerdau em Sapucaia do Sul – faz parte das ações estratégicas planejadas por força-tarefa composta por Polícia Civil, Ministério Público e Poder Judiciário do Estado, com participação da Polícia Rodoviária Federal. “A destruição desses entorpecentes é o fechamento de diversas outras ações do planejamento operacional da Polícia Civil e dos demais órgãos de segurança que integram o programa RS Seguro, da Secretaria da Segurança Pública", afirma a chefe de Polícia, delegada Nadine Anflor.

A extinção de toneladas de drogas também foi acompanhada pelo vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior. “Importante ressaltar neste momento, no Dia Internacional de Combate às Drogas, que o tráfico e o consumo de entorpecentes são impulsionadores da criminalidade. Os crimes patrimoniais, por exemplo, têm em sua grande maioria ligação direta com tráfico. Por isso é importante conscientizar a sociedade de que o comércio de drogas está atrás dos grandes crimes”, alertou.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...