Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Economia
Caixa paga nesta terça novas parcelas do auxílio de R$ 600 a 8,8 milhões
Além de três lotes com a terceira, segunda e primeira parcelas para nascidos em março e abril, beneficiados do Bolsa Família também recebem
CP
por  CP
30/06/2020 09:06 – atualizado há 4 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

A Caixa retoma nesta terça-feira o pagamento de novas parcelas do auxílio emergencial de R$ 600 para 8,8 milhões de pessoas. A terceira parcela será depositada em conta poupança para beneficiários nascidos em março e abril do primeiro lote, além da primeira e da segunda parcelas de outros lotes, num total de 6,9 milhões de pessoas cadastradas pelo app e CadÚnico.

Outros 1,9 milhão de integrantes do Bolsa Família, com dígito final 0 do NIS, concluem hoje o pagamento desse grupo, que começou a receber a terceira parcela no dia 17 de junho.

Para evitar filas e aglomerações nas agências, o auxílio será depositado na conta poupança digital, escalonado de acordo com a data de aniversário, até sábado (4). O beneficiário pode pagar contas e fazer compras pelo aplicativo Caixa Tem. E só a partir de 18 de julho começa o calendário para saque em dinheiro.

Marcelo Casal /Agencia Brasil

Depósito na poupança digital

Pagamento terceira parcela (1º lote), segunda parcela (2º lote) e primeira parcela (4º lote)

Sábado (27 de junho) – nascidos em janeiro e fevereiro (6,5milhões)
Terça-feira (30 de junho) – nascidos em março e abril (6,9 milhões)
Quarta-feira (1º de julho) – nascidos em maio e junho (6,9 milhões)
Quinta-feira (2 de julho) – nascidos em julho e agosto (6,8 milhões)
Sexta-feira (3 de julho) – nascidos em setembro e outubro (6,8 milhões)
Sábado (4 de julho) – nascidos em novembro e dezembro (6,5 milhões)

Saque em dinheiro

Pagamento terceira parcela (1º lote), segunda parcela (2º lote) e primeira parcela (4º lote)

Sábado (18 de julho) – nascidos em janeiro (3,4 milhões)
Sábado (25 de julho) – nascidos em fevereiro (3,1 milhões)
Sábado (1º de agosto) – nascidos em março (3,5 milhões)
Sábado (8 de agosto) – nascidos em abril (3,4 milhões)
Sábado (15 de agosto) – nascidos em maio (3,5 milhões)
Sábado (29 de agosto) – nascidos em junho (3,4 milhões)
Terça-feira (1º de setembro) – nascidos em julho (3,4 milhões)
Terça-feira (8 de setembro) – nascidos em agosto (3,4 milhões)
Quinta-feira (10 de setembro) – nascidos em setembro (3,4 milhões)
Sábado (12 de setembro) – nascidos em outubro (3,4 milhões)
Terça-feira (15 de setembro) – nascidos em novembro (3,2 milhões)
Sábado (19 de setembro) – nascidos em dezembro (3,3 milhões)

Quem pode receber

O benefício foi criado para diminuir os impactos da pandemia de coronavírus na população de baixa renda. O benefício é pago em três parcelas de R$ 600, mas esse valor sobe para R$ 1.200 nos casos de mães responsáveis pelo sustento da família.

Para ter direito ao auxílio é preciso estar desempregado, ou ser microempreendedor individual (MEI), contribuinte individual da Previdência Social e trabalhador informal. Além de pertencer à família cuja renda mensal por pessoa não ultrapasse meio salário mínimo (R$ 522,50), ou cuja renda familiar total seja de até 3 (três) salários mínimos (R$ 3.135,00).

Segundo o banco, já foram pagos até agora R$ 98 bilhões a 64,3 milhões de beneficiários inscritos por meio do Cadastro Único, do Programa Bolsa Família, ou pelo site e pelos aplicativos da Caixa.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...