Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cidade
O aliciamento de menores pelo tráfico em Erechim
A apreensão de menores, com armas, drogas e dinheiro do tráfico virou rotina na região do Grande Progresso.
Redação
por  Redação
23/07/2020 09:31 – atualizado há 52 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Na noite desta quarta-feira(22), mais um indivíduo armado foi flagrado em via pública no bairro Cristo Rei. Era um menor, que evadiu-se para o interior de uma casa armado com uma pistola .380. Na casa os policiais encontraram um homem empunhando uma espingarda .12, também municiada.

Na residência foram localizados 18 munições calibre 12, um carregador de pistola calibre .40 com 10 munições intactas, R$ 2.254,00 em dinheiro, 5.20gr de cocaína e 41.90gr de maconha.

Divulgação BM

Com a invasão do bairro por integrantes de uma facção criminosa da Região Metropolitana de Porto Alegre, acabou o que restava de paz e segurança para a maioria das famílias que residem na área.

Se antes era difícil chegar em casa para quem volta tarde da noite ou dela sai cedo para o trabalho, agora a situação está insuportável. "O sono virou pesadelo", diz uma moradora que sai de casa de madrugada para trabalhar e deixa ainda na cama, filhos e netos.

Como os integrantes do tráfico não carregam placas de identificação, é comum a polícia abordar os moradores em via pública, para revista e identificação. O tráfico também impôs algumas condições aos moradores e uma delas é o "silêncio".

Não é mais permitido aos moradores ficar na janela de casa observando o movimento na rua. Os vigilantes do tráfico não gostam que as pessoas vejam os "clientes" entrando no bairro.

As noites nos bairros Cristo Rei, Progresso, Petit Village, Vila Souza, Poleto, área conhecida como "Grande Progresso", não são mais as mesmas, dizem os moradores. Tiros, muitos tiros, tiram o sono dos trabalhadores que viraram reféns do tráfico.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...