Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cidade
Governo vai levar em conta origem dos pacientes internados para rodar bandeiras de risco da Covid
Mudança já entra em vigor nesta sexta, quando sai o mapa preliminar do Distanciamento Controlado.
Radio Guaíba
por  Radio Guaíba
30/07/2020 21:56 – atualizado há 54 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

O governador Eduardo Leite anunciou, nesta quinta-feira, que a classificação das bandeiras do mapa de Distanciamento Controlado passará a considerar um novo critério de cálculo: a cidade de origem de cada paciente. A partir desta sexta-feira, o estado passa a considerar, na análise, o número de pessoas que vieram de fora e que se internaram em cidades de outras regiões. Se o saldo impactar nos indicadores do cálculo final de um determinado território, ele não não vai ter a bandeira agravada.

"Se uma região corria risco de ir para a bandeira vermelha por ter recebido mais pacientes de fora do que mandou, ela vai ficar na laranja. Porque a intenção do Distanciamento não é punir regiões, é estabelecer o distanciamento necessário para evitar que o vírus circule. E se uma bandeira foi agravada porque está recebendo pacientes de fora, não é por conta da circulação do vírus naquela região, ou seja, não há porque aumentar o risco e as restrições”, explicou o governador.

O novo item já vai ser levado em consideração na rodada desta sexta-feira (31). Da sexta seguinte em diante, o mapa de Distanciamento Controlado passa a contar com 21 regiões.

Segundo informações preliminares do governo, a região que unifica atualmente R9 e R10 – incluindo Porto Alegre – deve gerar uma nova região. As cidades que irão integrar este novo grupo ainda estão em análise.

Atualmente, as regiões R9 e R10 estão com protocolos de bandeira vermelha, alto risco, no modelo de Distanciamento Controlado e englobam 25 municípios do território gaúcho. A nova configuração passa a ver a partir da próxima leitura de bandeiras, que ocorrerá neste sábado.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...