Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cidade
Cobra píton de 3 metros é resgatada do telhado de casa em Fortaleza
Animal é nativo do sudeste e sudoeste asiático e pode atingir até oito metros de comprimento.
G1
por  G1
12/08/2020 15:59 – atualizado há 15 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Uma cobra píton birmanesa, nativa do sudeste e sudoeste asiático, foi apreendida pelos bombeiros no telhado de uma casa em Fortaleza nesta terça-feira (11). A espécie exótica, uma das 5 maiores do mundo, só pode ser criada no Brasil com autorização do Ibama.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, há suspeita que o animal tenha fugido ou sido solto por algum criador ilegal. Apesar disso, nenhum responsável pela cobra foi encontrado pelos agentes.

Agentes da 2ª Companhia do Batalhão de Busca e Salvamento (BBS) resgataram a cobra píton do telhado de uma casa no Jangurussu, em Fortaleza. — Foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação

Conforme os bombeiros, os agentes da 2ª Companhia do Batalhão de Busca e Salvamento (BBS) foram acionados pelos moradores da casa, localizada no Bairro Jangurussu, que ficaram assustados com o animal de coloração amarelada preso no telhado. Ninguém foi picado pelo animal.

Após o resgate, a cobra píton foi entregue ao Zoológico Sargento Prata. Por não fazer parte da fauna cearense, ela não pode ser solta na natureza. A Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) foi informada sobre o caso e deve apurar o ocorrido.

Os bombeiros informaram que a espécie exótica é uma cinco das maiores cobras do mundo. O animal pode atingir até oito metros de comprimento.

A píton só é encontrada no Brasil quando criada em cativeiro, isso porque sua origem é asiática e só pode pertencer a alguém sob autorização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). A espécie, que não é venenosa, também pode ser encontrada em regiões pantanosas da Europa.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...