Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Edson Castro
Esporte
Atlântico empata com o Foz e mantém liderança na LNF
Galo chega aos 7 pontos na primeira fase da competição nacional após resultado deste sábado.
Prime Comunicação
por  Prime Comunicação
05/09/2020 18:52 – atualizado há 41 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

O Atlântico empatou sua quarta partida pela primeira fase da Liga Nacional de Futsal (LNF). Neste sábado, 5, o Galo recebeu em Erechim o Foz Cataratas, chegou a abrir o placar, mas os paranaenses buscaram o empate em 2 a 2.

Com o resultado, o Atlântico soma 7 pontos e lidera o Grupo B. Na próxima quinta, dia 10, mais um paranaense pela frente, desta vez o Cascavel será o adversário do Galo, em partida que novamente acontecerá no Caldeirão do Galo.

Para o técnico Giba, a equipe conseguiu um bom volume ofensivo diante do Foz. “Porém, para uma equipe que cria inúmeras quantidades como foi no jogo de hoje, não podemos pecar tanto na finalização. Precisamos trabalhar para já no próximo jogo, acertar estes detalhes e buscar o resultado positivo”, ponderou ao final do jogo deste sábado.

O pivô Barbosinha abriu o placar, lamentou o empate, mas salientou a importância do ponto conquistado. “Pode ter certeza que lá na frente este ponto será importante na definição pela classificação”, completou.

O jogo

O Atlântico começou já na pressão diante do Foz Cataratas. E logo a 1min11, Barbosinha recebeu entre a defesa e definiu a jogada para fazer 1 a 0 em favor do Galo.

Depois, a 9min15, Dill fez boa jogada e ticou para Grillo concluir: 2 a 0. Pouco depois, Gessé acertou a trave. A 12min58, o Foz descontou através de William.

Ainda na primeira etapa, mais uma bola na trave, desta vez na conclusão de Grillo. A etapa final seria bastante movimentada. A 2min13, gol do Foz. Pedro empatou a partida em 2 a 2.

Aos 7min55, a equipe paranaense já havia cometido a quinta falta. Pouco depois, aos 10min, Sinésio sofreu falta, a sexta, que originou tiro livre em favor do galo. Silva cobrou, mas o goleiro João Paulo fez boa defesa.

Já aos 15min40, foi a vez do Foz ter uma bola na a trave, no chute de Bordignon. Outra bola na trave, desta vez de Dill, aos 17min. Nos minutos finais, o Atlântico foi para o “abafa”, criou boas chances, mas viu o goleiro João Paulo evitar a mudança do placar que terminou mesmo em 2 a 2.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...