Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação
Educação
Processo seletivo de estudantes do IFRS deve ocorrer no próximo ano
Processo Seletivo é tradicionalmente realizado no mês de dezembro, para o ingresso dos alunos no início do ano letivo seguinte.
Assessoria
por  Assessoria
17/09/2020 20:40 – atualizado há 42 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

O Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) adiará o processo seletivo (PS) de novos estudantes para cursos técnicos e superiores, devido à pandemia de Covid-19. O Processo Seletivo é tradicionalmente realizado no mês de dezembro, para o ingresso dos alunos no início do ano letivo seguinte. Desta vez, a instituição prevê realizar a próxima seleção de ingresso discente entre fevereiro e março de 2021, se as condições permitirem a execução de forma segura. Esse planejamento leva também em consideração o adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) – agendado para ocorrer nos dias 17 e 24 de janeiro.

Nos próximos meses, o Instituto definirá a data e avaliará o formato do processo seletivo, afirma o pró-reitor de Ensino, Lucas Coradini. “Para evitar as aglomerações inerentes à aplicação das provas, é possível que utilizemos a nota do Enem para os cursos superiores e realizemos sorteio para os cursos técnicos. É uma possibilidade que estamos considerando e será avaliada pelo Conselho Superior da instituição”, complementa.

O pró-reitor aponta que o IFRS está preparado para, pelo menos até março de 2021, desenvolver atividades pedagógicas não presenciais relacionadas ao ano letivo atual. Dessa forma, o próximo ano letivo possivelmente iniciará a partir de abril.

Constantemente, o IFRS avalia o cenário de contágio do novo coronavírus e as recomendações dos órgãos de saúde. A preservação da saúde e da vida da comunidade acadêmica é um princípio fundamental para a tomada de decisões institucionais. “É consenso na instituição que qualquer atividade presencial, como aplicação de provas e realização de matrículas, só poderão ser realizadas quando garantida a preservação da integridade de candidatos e servidores”, observa o pró-reitor de ensino.

Para saber mais, acompanhe o site ifrs.edu.br.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...