Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Esporte
Chapecoense e América Mineiro não saem do 0 a 0 na Arena Condá
Ponto positivo da noite é que mais uma vez Verdão não foi vazado em Chapecó
ClicRDC
por  ClicRDC
25/09/2020 22:01 – atualizado há 51 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Em um jogo morno, Chapecoense e América Mineiro empataram sem gols na Arena Condá, em Chapecó (SC). A partida desta sexta-feira (25) foi válida pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B. O ponto positivo da noite é que mais uma vez um Verdão saiu da Arena Condá sem levar gols. Foram cinco jogos em Chapecó e nenhum gol sofrido.

Antes do primeiro minuto de jogo, a Chape já conseguiu a primeira chance da partida. Denner deu bom passe para Paulinho Moccelin, que ganhou na velocidade e finalizou, mas a bola foi para fora, muito perto do gol do América. O Verdão tentou pressionar logo no início do jogo para conseguir o gol. Aos 3’, novamente o time catarinense criou uma chance. Anselmo Ramon dominou na entrada da área e chutou. A bola foi rasteira e fraca, fácil para Matheus Cavichioli defender.

A primeira chance do América Mineiro aconteceu aos 10’. Alê dominou a bola e chutou para o gol. João Ricardo fez boa defesa e espalmou para escanteio. Aos 13’, novamente o time mineiro assustou a Chape. Sávio tocou para Léo Passo que finalizou e mais uma vez João Ricardo fez a defesa. A resposta do Verdão veio no minuto seguinte. Denner recebeu e bateu bonito no canto de Matheus Cavichioli, mas a bola foi fraca e o goleiro do Coelho defendeu.

O jogo ficou truncado e com muitos cartões amarelos. Entre os 34’ e 40’, cinco cartões foram distribuídos pelo árbitro Zandick Alves Junior. As equipes não conseguiram mais criar oportunidades e o primeiro tempo terminou 0 a 0.

Igual ao primeiro tempo, a Chape foi a primeira a atacar na segunda etapa. Logo aos 3’, após saída de bola errada do time mineiro, Anselmo Ramon pegou a bola e finalizou, mas Matheus Cavichioli defendeu.

O jogo era equilibrado, com forte marcação das duas equipes. Mesmo com o equilíbrio do segundo tempo, era a Chapecoense quem mais criava na partida. Aos 13’, Denner deu um belo passe para Anselmo Ramon. O camisa ‘9’ da Chape invadiu a área e chutou forte, mas a bola foi por cima do gol mineiro.

Foto: Márcio Cunha/ACF

O jogo continuou morno, sem muitas chances. Aos 28’, após receber a bola, Guilherme finalizou forte e João Ricardo defendeu. Aos 33’, foi a vez da Chape assustar o time mineiro. Em um bom contra-ataque Paulinho Moccelin cruzou na área e Anderson Leite apareceu livre. O volante do Verdão cabeceou, mas a bola foi para fora.

A última grande chance do jogo foi do América Mineiro. Aos 43’, Sávio cobrou uma falta, mas ela pegou na barreira. No rebote, Eduardo Bauermann arriscou, mas a bola foi para fora. Fim de jogo na Arena Condá, Chapecoense 0, América Mineiro 0.

Com o empate, a Chape subiu uma posição para a terceira colocação com 18 pontos e dois jogos a menos. Na próxima rodada, a Chapecoense joga contra o Paraná, no estádio Durival Britto, na próxima terça-feira (29).

Chapecoense x América Mineiro

Local: Arena Condá, Chapecó (SC)

Data: 25 de Setembro de 2020, sexta-feira

Horário: 19h15 (horário de Brasília)

Árbitro: Zandick Alves Junior (CBF/RN)

Assistentes: Jean Marcio dos Santos (CBF/RN) e Flávio Gomes Barroca (CBF/RN)

Chapecoense: João Ricardo 1; Ezequiel 30, Joílson 33, Luiz Otávio 3 e Alan Ruschel 28; Willian 29, Anderson Leite 26 e Denner 8 (Evandro 21); Aylon 18 (Bruno Silva 14), Anselmo Ramon 9 (Perotti 77) e Paulinho Moccelin 94 (Thiago Ribeiro 7). Técnico: Umberto Louzer.

América Mineiro: Matheus Cavichioli 1; Diego Ferreira 2, Messias 3, Eduardo Bauermann 4 e Sávio 16; Zé Ricardo 5, Juninho 8 e Alê 11; Léo Passos 7 (Neto Berola 23), Rodolfo 9 (Guilherme 18) e Felipe Azevedo 10 (Ademir 21). Técnico: Lisca

Cartão Amarelo: Anderson Leite (CHA), Paulinho Moccelin (CHA), Alê (AME), Eduardo Bauermann (AME), Diego Ferreira (AME) , Denner (CHA), Willian Oliveira (CHA).

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...