Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Julio Mocellin/AU
Rio Grande do Sul
Fumaça das queimadas no Mato Grosso do Sul atinge Norte e Oeste do RS
Nesta manhã o Sol apareceu "vermelho" em meio ao céu cinzento, devido a concentração de fumaça.
Rádio Uirapuru
por  Rádio Uirapuru
02/10/2020 11:41 – atualizado há 22 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

A fumaça das queimadas tomou conta da Metade Norte e do Oeste do Rio Grande do Sul na manhã desta sexta-feira(2) com intensidade como ainda não havia sido vista neste ano.

Em muitos locais, a fumaça foi bastante densa na atmosfera, provocando um fenômeno raro na região: o Sol apareceu vermelho.

O aeroporto de Santo Ângelo, por exemplo, chegou a reportar apenas 6 mil metros de visibilidade. O normal, com o tempo aberto que prevalecia, deveria ser superior a 20 quilômetros.

Grande quantidade de material particulado foi trazido para o Estado por uma intensa corrente de vento originada na Bolívia e que foi responsável também pelo intenso aquecimento com mais de 40ºC no Noroeste Gaúcho e Oeste de SC, ontem.

Um corredor de fumaça avança da Amazônia até o Sul do Brasil e no caminho é reforçado por muita fumaça. Isso porque é enorme o número de queimadas que está se registrando no Centro-Oeste, Bolívia, Argentina e Paraguai.

A imagem do sensor óptico de aerossóis por satélite confirmou que a densidade da fumaça sobre o Rio Grande do Sul é muito grande hoje.

A fumaça foi perceptível pelo aspecto fosco do céu, que parece nublado ou encoberto. Além disso, os tons muito avermelhados do sol, tanto ao amanhecer, como no fim de tarde, chamam ainda mais atenção.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...