Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Esporte
Juiz encerra inquérito contra Neymar por expor fotos íntimas de modelo Najila Trindade
A decisão foi proferida na última sexta-feira (02) e o processo corre em segredo de justiça.
SBT
por  SBT
08/10/2020 21:42 – atualizado há 57 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

O juiz Marcel Laguna Duque Estrada, da 36ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, encerrou e arquivou um inquérito do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) contra Neymar, acusado pelo crime de violação cibernética após o vazamento de fotos íntimas da modelo Najila Trindade em junho de 2019. A decisão foi proferida na última sexta-feira (02) e o processo corre em segredo de justiça.

Na época, o atacante do Paris Saint-Germain foi surpreendido pela acusação de estupro feita pela jovem. Para se defender, o jogador decidiu publicar em seu perfil em uma rede social cópias das mensagens trocadas com Najila, quando algumas fotos íntimas acabaram sendo expostas. 

Foto: REUTERS/Lucas Landau

Após a divulgação do conteúdo, a modelo procurou a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), que abriu uma investigação para apurar o caso. Em depoimento, Najila afirmou ter enviado as fotos para Neymar pouco antes do encontro entre eles em Paris, na França, mas negou que tenha autorizado a publicação nas redes sociais. Pouco tempo depois, a própria plataforma retirou a postagem do ar pois "violava os padrões da comunidade".

Em agosto de 2019, a juíza Ana Paula Gomes Galvão Vieira de Moraes, da Vara da Região Sul 2 de Violência Doméstica e Familiar, acatou a recomendação do Ministério Público e encerrou a investigação pelo crime de estupro por falta de provas contra Neymar.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...