Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Tech
Número de CNH pelo celular quase dobra durante a pandemia
Já o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo digital triplicou, passando de 1,9 milhão em fevereiro para 7,19 milhões em outubro.
Correio do Povo
por  Correio do Povo
18/10/2020 21:35 – atualizado há 2 minutos
Continua depois da publicidadePublicidade

O número de CNH digital, versão para celular da carteira nacional de habilitação, quase que dobrou durante a pandemia. O documento superou 9 milhões (9.116.328) neste mês de outubro, um aumento de 80% em relação a fevereiro, quando havia 5 milhões de downloads da carteira. O sistema passou a valer em todo o país em abril de 2018. Já o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) digital, documento que garante o direito de circulação dos veículos no país, triplicou nesse período, passando de 1,9 milhão em fevereiro para 7,19 milhões em outubro.

Com a nova lei sancionada semana passada pelo presidente Jair Bolsonaro, a emissão de CNH digital, que já é regulamentada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), passará a integrar o texto do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), assim como o Certificado de Registro do Veículo (CRV) e o Documento Único de Transferência (DUT).

O sistema passou a valer em todo o país em abril de 2018 | Foto: Douglas Mafra / Detran RS / CP

Todos os documentos do veículo podem ser eletrônicos a partir de agora", afirmou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, durante a live em que o presidente Bolsonaro anunciou a sanção da nova lei, na terça-feira. "Hoje o camarada vai poder sair de casa só com o celular. Todos os serviços são digitais e é possível ter os documentos do veículo e a carteira exclusivamente eletrônicos. Não vai ser necessário mais ter documento em papel moeda. Isso é uma economia para o Estado, que não terá que imprimir, e o cara com celular vai ter a carteira e os documentos do veículo", destacou o ministro.

O Ministério da Infraestrutura atribui o aumento do número de documentos digitais à pandemia de coronavírus, em que alguns estado suspenderam a emissão do documento físico, o que acabou acelerando a digitalização. Segundo a pasta, também influenciaram fatores como a renovação da CNH, a primeira habilitação e a praticidade de levar apenas o celular ao sair de casa, já que os dois documentos têm validade jurídica igual aos documentos físicos.

Como baixar

Os brasileiros podem baixar a CNH no celular para substituir o documento físico. A ferramenta está disponível para os motoristas com CNH emitida a partir de 1º de maio de 2017. O aplicativo reúne as principais informações de trânsito sobre os condutores brasileiros. Ao acessar o app, é possível consultar à CNH digital, bem como os veículos registrados no nome daquele motoristas e as multas de trânsito. O aplicativo também dá avisos de recall para os motoristas.

O motorista pode baixar o aplicativo "Carteira Digital de Trânsito" gratuitamente. Após instalar o app, é preciso selecionar a opção "Entrar com gov.br”. Na tela seguinte informe o CPF (Cadastro de Pessoa Física) e selecione “Próxima” no aplicativo. Em seguida, o motorista precisa informar uma senha de quatro dígitos, necessária para acessar a CNH Digital.

Se sua CNH já tiver o QR Code é só solicitar a digital no site do Denatran por meio do aplicativo indicado no site. Se não tiver, quando você for renová-la, ela já virá com o código e aí é só baixar a versal digital. Já a CRLV é digitalizada automaticamente no momento da renovação do licenciamento do carro. Se o motorista quiser, ele pode imprimir o documento, mas não é mais obrigatório, desde que ele tenha no celular.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...