Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Clima
Metsul alerta para temporais isolados no sul do Brasil
Terça-feira pode ter vento moderado e ocasionais rajadas no Leste gaúcho, mas a MetSul não espera que seja um sistema gerador de vento intenso
Metsul
por  Metsul
25/10/2020 21:20 – atualizado há 29 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

A MetSul Meteorologia alerta que uma frente fria avançará pelo Sul do Brasil neste começo de semana com chuva mais ampla e alto risco de temporais nos três estados do Sul. O sistema frontal de forte intensidade já começou a ingressar no Rio Grande do Sul pelo Oeste agora no final deste domingo com probabilidade de chuva localmente forte a torrencial e ainda a possibilidade de tempestades de vento (vendavais) e granizo, como já ocorreu na Argentina.

A máxima atividade frontal deste sistema deve ocorrer no Oeste do Sul do Brasil. Por isso, a MetSul Meteorologia antecipa que o risco de temporais mais fortes é valido para a Metade Oeste do Rio Grande do Sul, o Oeste e o Meio-Oeste de Santa Catarina e a Metade Oeste do Paraná, apesar da possibilidade de tempo severo isolado em outras áreas dos três estados.

No Rio Grande do Sul, nesta segunda-feira, o sistema frontal traz chuva, trovoadas e temporais isolados desde cedo para a Metade Oeste e o Sul. No Leste e no Nordeste do Estado, em muitas áreas o sol chega a aparecer com nuvens e abafamento antes da mudança do tempo. Será o caso de Porto Alegre que começa o dia com tempo firme e abafado, mas depois deve ter chuva, especialmente da tarde para a noite.

Ao longo da segunda, a frente avança e traz chuva para todas as regiões. Serão precipitações irregulares, mas, isoladamente, ocorrem pancadas fortes com risco de temporais localizados de vento forte e granizo. Na Metade Oeste, depois de um começo de dia chuvoso, o tempo melhora da tarde pra noite e o sol pode aparecer em muitas cidades à tarde.

A chuva, apesar de ampla, será irregular. Em muitos locais deve chover menos de 10 mm ou 20 mm na passagem desta frente e é possível que em alguns poucos a precipitação até “falhe”, mas muitos locais terão chuva de 20 mm a 30 mm na passagem do sistema e em algumas cidades os acumulados podem ficar perto ou acima de 50 mm.

Esta frente fria, diferentemente do que é comum nesta época do ano e mais normal de se ver no inverno, conseguirá avançar pelo interior do continente e vai alcançar com chuva e temporais, alguns fortes a severos de vento e granizo, os estados do Mato Grosso do Sul e do Mato Grosso entre segunda-feira e terça. Também parte do estado de São Paulo pode ter chuva e temporais associados a esta frente, mas o sistema frontal deve enfraquecer ao se deslocar pelo Sudeste do Brasil.

Aviso de vórtice ciclônico

A MetSul antecipa que um vórtice ciclônico vai se formar na terça-feira sobre o Leste do Rio Grande do Sul com o centro de baixa pressão situado sobre o mar e que depois vai avançar para a área da Lagoa dos Patos. Este sistema vai impressionar nas imagens de satélite porque o eixo do ciclone estará sobre o continente e justamente na parte Leste do Rio Grande do Sul, que inclui Porto Alegre.

Este vórtice ciclônico da terça pode trazer vento moderado e ocasionais rajadas no Leste gaúcho, mas a MetSul não espera que seja um sistema gerador de vento intenso. O grande risco associado a este sistema será chuva forte e volumosa com possibilidade de alagamentos em pontos do Leste e do Nordeste gaúcho, sobretudo na área da Lagoa dos Patos e seu entorno, o Litoral, os vales, a Grande Porto Alegre e a Serra.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...