Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Segurança
Dono de empresa de táxi aéreo é preso em Balneário Camboriú em operação da Polícia Federal
A Operação Aquila foi deflagrada pela PF em Manaus, com dez mandados de busca e apreensão e cinco de prisão temporária, nas cidades de Balneário Camboriú, Manaus e Tabatinga (AM).
NSCTotal
por  NSCTotal
30/10/2020 17:45 – atualizado há 34 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

O dono de uma empresa de táxi aéreo que funciona no Norte do país foi preso pela Polícia Federal em Balneário Camboriú, nesta sexta-feira (30), em uma operação de combate ao tráfico de drogas no Amazonas. O suspeito foi detido no apartamento alugado onde vivia desde o início do ano, na Avenida Central. No local, também foi cumprido um mandado de busca e apreensão.

O mandado é de prisão temporária, emitido pela Justiça do Amazonas. O homem preso não tinha negócios em Santa Catarina. A empresa dele atuava exclusivamente na regiao de Manaus.

Polícia Federal (Foto: Luiz Carlos Souza, Arquivo)

A polícia investiga a atividade de um grupo criminoso no tráfico de drogas feito por meio de aeronaves de pequeno porte. Em maio, duas pessoas foram presas em flagrante no aeroclube de Flores, em Manaus, após pousarem com um pequeno avião vindo da cidade de Tabatinga, que fica a 1.106 quilômetros da Capital amazonense, transportando cerca de 130 quilos de cocaína.

Foram essas prisões que deram origem à operação deflagrada nesta sexta-feira. Segundo a PF, os investigados poderão responder pelos crimes de pertencimento a organização criminosa e tráfico de drogas, cujas penas, somadas, podem ultrapassar os 20 anos de prisão.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...