Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Gente
Morre homem que vivia há 51 anos em hospital de SP
Paulo Henrique Machado chegou ao Hospital das Clínicas em 1969, com apenas um ano de idade, vítima de poliomielite, e morreu nesta quarta (18).
G1
por  G1
19/11/2020 11:23 – atualizado há 23 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Morador do Hospital das Clínicas, em São Paulo, desde 1969, o paciente Paulo Henrique Machado, de 51 anos, morreu na tarde desta quarta-feira (18). Ele contraiu poliomielite ainda quando criança, e precisou morar no Instituto de Ortopedia e Traumatologia devido às sequelas da doença e aos cuidados especiais que a sua condição clínica inspirava, conforme explica o hospital. A causa da sua morte não foi divulgada pelo hospital.

Arquivo Pessoal

Por meio de nota, a FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo) disse que Paulo "durante todo este período, teve a atenção humanizada e especializada dos profissionais do hospital".

A doença que vitimou Paulo é transmitida por vírus, e pode provocar a paralisia total do corpo e até mesmo afetar funções vitais como a respiração. Entre os anos de 1950 e 1970, o Brasil viveu uma epidemia de poliomielite, e atualmente a doença está erradicada no país.

O prédio do Hospital das Clínicas onde Paulo ficou internado por cinco décadas foi construído justamente no começo da epidemia, para abrigar as crianças vítimas da paralisia. Até o final da década de 1970, 5.789 foram internadas no HC, incluindo Paulo.

Reprodução/Globo

Mesmo diante disso, seu bom humor e vontade de viver era contagiante a ponto de Paulo se tornar motivação para outras pessoas e chamar a atenção da imprensa, que fez diversas reportagens com ele. Apaixonado por games e desenhos animados, o paciente chegou a ter redes sociais para se comunicar com o público. Ele também concluiu o ensino médio no hospital.

Ele chegou a criar uma animação 3D onde retratava a rotina de um personagem criança com deficiência e seus amigos. Em 2009, um dos diretores do desenho 'A Era do Gelo' visitou Paulo, fã da animação, no hospital.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...