Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Após combate ao fogo, o efetivo do 1º BBM realizou o rescaldo | Foto: Alina Souza / CP
Segurança
Bombeiro militar à paisana salva mulher que estava dentro de residência em chamas em Porto Alegre
Incêndio atingiu três casas no bairro Cristal, na zona Sul da cidade.
CP
por  CP
19/11/2020 13:56 – atualizado há 57 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Em ato heroico, um bombeiro militar salvou uma mãe de uma residência em chamas na manhã desta quinta-feira na rua Curupaiti, no bairro Cristal, em Porto Alegre, mesmo sem qualquer equipamento e arriscando a própria vida. Residente na região, o soldado Anderson Scherer Nascimento, de 32 anos, estava em deslocamento de moto, à paisana, para o trabalho na Estação Açorianos. Ele percebeu o incêndio na área devido à fumaça que podia ser vista à distância, e foi rapidamente até o local.

Em uma das três residências atingidas pelo fogo, uma mãe já havia jogado a criança para o pai no lado de fora, mas não conseguia sair da moradia. O bombeiro militar Scherer não titubeou e invadiu a casa, retirando a vítima que foi protegida por uma toalha no rosto. O salvamento foi acompanhado pela vizinhança. "Ele invadiu a casa e salvou a guria. Ele botou uma toalha nela e não se protegeu", recordou uma moradora da área.

Sem proteção nenhuma, o soldado do 1º BBM inalou muita fumaça e precisou ser atendido por uma equipe do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) no local antes de ser levado ao Hospital de Pronto Socorro, onde recupera-se apesar da situação delicada. Desde 2009 no Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul, ele é casado e tem um filho de um ano de idade.

Em entrevista ao Correio do Povo, o comandante do 1º BBM, tenente-coronel Eduardo Estevam, avaliou a atitude do bombeiro. “Nossa dedicação é exclusiva nas 24 horas. Temos o dever de atuar sempre que se deparar com uma situação de risco”, explicou. “É base do juramento que todo soldado do fogo faz que é salvar e proteger mesmo com risco da própria vida. Ele agiu de forma literal o juramento que prestou quando se formou”, acrescentou o oficial. “Poderíamos ter uma vítima fatal se ele não tivesse tomado esta ação meritória”, concluiu.

Dois cãezinhos também foram salvos durante a ação. Após o incêndio ser extinto, o efetivo do 1º BBM, que compareceu com duas viaturas, sendo uma da Estação Assunção e outra da Estação Açorianos, realizou a operação de rescaldo nos escombros das três casas destruídas. Policiais militares do 1º BPM prestaram apoio no isolamento do entorno.

Uma equipe da Defesa Civil de Porto Alegre foi enviada para fazer o levantamento da situação, constatando que dez pessoas ficaram desabrigadas. “Estamos levando o kit de emergência: colchão, cobertor e cesta básica”, relatou o agente Jorge Brito. Conforme ele, o DMLU será acionado para fazer a limpeza dos escombros no terreno e a Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc) deverá prestar assistência social às famílias agora desamparadas.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...