Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Economia
Banco Central diz que jogos de loteria poderão ser pagos com o Pix
Banco Central também aprovou um período de seis meses para que instituições façam ajustes em suas plataformas.
CP
por  CP
19/11/2020 22:39 – atualizado há 52 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Os jogos de loteria poderão ser pagos com o Pix. O Banco Central, em resolução publicada no BC Correio, ampliou o uso do Pix e incluiu as contas das lotéricas na lista de habilitadas a receber os pagamentos instantâneos.

A novidade, segundo o BC, atende à demanda do mercado que pedia a integração das lotéricas ao Pix. "As novas funcionalidades do Pix mostram o caráter multipropósito do meio de pagamento. Isso significa que ele deve ser capaz de acomodar todos os tipos de transação de varejo, envolvendo pessoas, empresas e governo", afirma o BC em nota divulgada há pouco. O BC já tinha ampliado o uso do pagamento instantâneo para recolhimento do FGTS e para contas das próprias instituições.

Marcello Casal/Agência Brasil

O BC informa que também aprovou um período de seis meses para que as instituições façam ajustes pontuais em suas plataformas que se conectam ao Pix. "Embora o Pix esteja funcionando plenamente, alguns acertos pontuais podem ser necessários a fim de melhorar a experiência do usuário", afirma a nota. Esses ajustes, segundo o BC, são normais para um sistema de complexidade e magnitude do Pix e determinados apontamentos podem não ser configurados como infrações.

Assim, o BC informa que as instituições estarão isentas de eventual aplicação de multa entre 3 de novembro de 2020 e 15 de maio de 2021, desde que a instituição faça adequações oportunas em sua atuação e tome medidas necessárias para evitar reincidência do apontamento. "O cometimento reiterado de condutas passíveis de penalidade será punido normalmente, na forma do regulamento do Pix e do manual de penalidades."

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...