Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Santa Catarina
Corpo encontrado em Balneário Rincão, em SC pode ser de menina desaparecida
Segundo IML, suspeita é que vítima seja menina de 11 anos que desapareceu no mar da Guarda do Embaú. Identificação, porém, depende de exames de arcada dentária ou DNA.
NSCTotal
por  NSCTotal
20/11/2020 10:41 – atualizado há 53 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Um corpo foi encontrado na noite desta quinta-feira (19) na praia em Balneário Rincão, no Sul de Santa Catarina. Ele foi avistado por populares, por volta das 18h45min, e estava em estado avançado de decomposição. Não foram encontrados documentos que o identificassem.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Criciúma. Conforme o IML, ele tinha características femininas. Existe a suspeita de que a vítima seja a menina de 11 anos que desapareceu no mar da Guarda do Embaú, em Palhoça, na Grande Florianópolis, no último dia 5 de novembro.

Corpo foi encontrado por populares no começo da noite desta quinta-feira (19)(Foto: Léo Martins, DIvulgação)

Segundo o IML, um indício que aponta para a possibilidade de se tratar da menina de 11 anos é que a vítima encontrada em Balneário Rincão vestia um acessório da mesma cor que o que era usado pela garota que desapareceu na praia de Palhoça. Porém, a confirmação da identidade só será possível após avaliação da arcada dentária ou exame de DNA. Ainda não há previsão para a conclusão dos exames.

O caso é acompanhado pela Polícia Civil de Içara. De acordo com o delegado Rafael Iasco, ainda não há informações oficiais, e a polícia aguarda o laudo cadavérico do IML que possivelmente apontará a causa da morte. A polícia também aguarda a identificação da vítima.

A menina de 11 anos que desapareceu na Guarda do Embaú estava no mar acompanhada de uma prima de 19 anos quando as duas foram arrastadas pela água e acabaram se afogando. A jovem conseguiu deixar a água e chegou a ser hospitalizada, mas morreu dias depois. Já a menina não foi encontrada.

Os bombeiros fizeram buscas com apoio do helicóptero Arcanjo 01 e guarda-vidas, além de equipe com jet-ski. O trabalho foi encerrado após 10 dias.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...