Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Segurança
Justiça decreta prisão dos sequestradores de médica em Erechim
Tamires Regina Gemelli da Silva foi sequestrada no dia 16 de outubro quando saia do trabalho.
Redação
por  Redação
20/11/2020 12:21 – atualizado há 1 minuto
Continua depois da publicidadePublicidade

O juiz Marcos Luís Agostini, da 1ª Vara Criminal da Comarca de Erechim, decretou a prisão de Wilson Roberto Kintof e de Cirene dos Santos Moraes, apontados pela polícia como autores do sequestro da médica Tamires Regina Gemelli da Silva. A dupla fez confissão e estava até então em prisão temporária. Segundo o juiz, a polícia chegou aos autores através da interceptação de telefones e trocas de mensagens pelo WhatsApp. A decretação da prisão preventiva dos acusados foi uma solicitação do Ministério Público.

A médica foi libertada pela polícia em Cantagalo - PR.

No relatório final da polícia e na confissão de Wilson e Sirene, consta que a vítima foi abordada no momento em que entrava no carro, ao sair do trabalho ingressaria em seu veículo. A médica foi levada, no primeiro momento, para o Município de Itá/SC e mantida em cativeiro. Os representados teriam realizado contato telefônico com a família da médica para solicitar o preço do resgate no valor de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais).

Depois disso a vítima foi levada para a cidade Cantagalo/PR, onde permaneceu em cativeiro até, aproximadamente às 22 horas do dia 21 de outubro.

A polícia também apurou no inquérito que Wilson Roberto Kintof foi o mentor intelectual e executor principal do crime. Ele teria planejado o delito durante longo tempo, economizado dinheiro para as despesas e com o auxílio de Cirene.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...