Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Pixabay
Saúde
Senado aprova criação de carteira digital de vacinação
Registro eletrônico substituirá cartão de papel, considerado obsoleto.
Agencia Brasil
por  Agencia Brasil
15/12/2020 20:51 – atualizado há 7 horas
Continua depois da publicidadePublicidade

O Senado aprovou nesta terça-feira (15) projeto de lei (PL) que determinao registro eletrônico do histórico de vacinações administradas narede pública de saúde. O projeto cria um cartão de vacinaçãodigital, a ser administrado e consultado pelo Sistema Único de Saúde(SUS). O texto segue para a Câmara dos Deputados.

No entendimento do autor da proposta, Acir Gurgacz (PDT-RO), osistema de registro de vacinas adotado atualmente está obsoleto.Para o senador, o PL apresentado auxiliará o SUS no gerenciamento davacinação da população, sobretudo, no momento de imunização emmassa contra a covid-19.

O cartão digital substituiria o cartão de vacinação físico,de papel, que pode ser facilmente extraviado. Os dados de vacinaçãoseriam incorporados ao Conecte SUS, plataforma online jáexistente. “Com isso, o SUS estaria se preparando para o desafio dachegada das vacinas contra a covid-19, mediante a modernização dosistema de informação do Programa Nacional de Imunizações”,disse o relator da matéria, Weverton Rocha (PDT-MA).

O PL dá segurança jurídica ao uso da plataforma paraarmazenamento de dados do cartão digital de vacinação. “[...]Todos nós assistimos à verdadeira novela do Cartão SUS, cujaimplantação patinou durante mais de uma década, perdido entrelicitações problemáticas, projetos piloto paralisados,procedimentos burocráticos e questões políticas, entre váriosoutros problemas. É exatamente o que não queremos que aconteça coma Carteira Nacional Digital de Vacinação, especialmente em meio auma pandemia”, acrescentou o relator.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...