Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Segurança
Processo sobre o incêndio na Boate Kiss é distribuído para Vara do Júri de Porto Alegre
Tragédia que aconteceu em Santa Maria no mês de janeiro de 2013 causou 242 mortes.
O Sul
por  O Sul
18/12/2020 09:43 – atualizado há 25 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

O processo que apura a responsabilidade pelo incêndio na BoateKiss, ocorrido em janeiro de 2013, foi distribuído por sorteio parao 2º Juizado da 1ª Vara do Júri do Foro Central de Porto Alegre,após decisão que determinou o desaforamento (transferência de umacomarca para outra) do julgamento de Santa Maria para a Capitalgaúcha.

O juizado tem como titular a magistrada Taís Culau de Barros. Os86 volumes do processo, que ganha novo número – 001/2.20.0047171-0–, já estão no cartório da vara, no Prédio I do Foro.

Inicialmente, o desaforamento foi concedido a três dos quatroréus: Elissandro Callegaro Spohr, Mauro Londero Hoffmann e Marcelode Jesus dos Santos. Luciano Bonilha Leão foi o único que nãomanifestou interesse na troca, mas, através de pedido do MinistérioPúblico, o Tribunal de Justiça do RS determinou que ele se juntasseaos demais.

Divulgação/MP

No processo criminal, os empresários e sócios da Boate Kiss,Elissandro e Mauro, e os músicos da banda Gurizada Fandangueira,Marcelo e Luciano, respondem por homicídio simples (242 vezesconsumado, pelo número de mortos, e 636 vezes tentado, pelo númerode feridos).



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...