Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cidade
Pandemia x Home Office: O trabalho remoto tem esgotado você?
Caderno de RH - Por Michele Mocellinn
Michele Mocellinn
por  Michele Mocellinn
08/01/2021 10:06 – atualizado há 1 minuto
Continua depois da publicidadePublicidade

Já sabemos que o trabalho remoto pegou muita gente de surpresa, fazendo com que muitos se adaptassem a tecnologia, mas esse novo normal que tudo indica, veio para ficar e afeta o modo como nossa mente funciona. 

De certa forma, ele não é novidade, mas para muitos a tecnologia do trabalho a distância gerou novas adaptações na rotina do trabalho. Algumas empresas escolheram por manter as atividades remotas por tempo indeterminado até que tudo realmente volte ao normal. Porém, a cobrança de alguns chefes tem sido motivo de estresse para alguns empregados, pela vigilância excessiva de estar com a câmera aberta o tempo todo. Não só isso, o cansaço emocional por conta da pandemia e suas incertezas tomam conta da população em geral, onde 44% dos profissionais se dizem esgotados.
Tudo isso somado a sobrecarga do trabalho em casa, dando conta dos filhos, das atividades diárias e rotineiras, afeta mente, corpo e comportamento. 

Para diminuir essa tensão, trago algumas dicas que podem facilitar a sua vida como líder e empregado:

Primeira: permita pausas durante o horário de trabalho para que a mente possa voltar ao ritmo normal. Uma mente cansada deixa de criar e focar no que é necessário.

Segunda: estimule o trabalho em equipe para aumentar o engajamento.

Terceira: demonstre interesse na vida do funcionário e dos colegas, ajude com que ele se sinta em um ambiente acolhedor.

Quarta: preste atenção nas pessoas que vivem sozinhas, provavelmente essas irão demonstrar mais necessidade de acolhimento ou maior isolamento de ideias das outras pessoas.

Quinta: flexibilize a agenda de reuniões respeitando horários de refeições e intervalos de descanso.

E por último, mas não menos importante, crie momentos de descontração, como happy hour em um dia da semana ou “relax time” para que possa desestressar.

Lembre que a fadiga e o cansaço mental acabam afetando diretamente o desempenho do profissional e da equipe como um todo. O momento pede uma gestão humanizada, com olhar atento a saúde mental.

Mantenha sua mente positiva para ajudar nesse processo.
Fonte: Revista Você RH - edição 71

Michele Mocellinn - 

Mentora e Coach de Carreira e Especialista em Mentoria de Carreira

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...