Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cidade
GM de Gravataí agenda férias coletivas em razão da falta de peças, segundo sindicato
Produção deverá ser interrompida nas duas primeiras semanas de março.
Rádio Guaiba
por  Rádio Guaiba
11/01/2021 16:07 – atualizado há 48 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

A General Motors em Gravataí agendou duas semanas de férias coletivas nas duas primeiras semanas de março. O motivo seria a falta de peças para o setor. Além da paralisação programada, serão suspensas horas-extras durante o mês de fevereiro e turnos de trabalho aos sábados.

De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos de Gravataí (Sinmgra), as medidas foram comunicadas na última sexta-feira. Estima-se que os 5 mil funcionários em atividade no Complexo Industrial Automotivo de Gravataí (Ciag) que integram a GM e os 18 sistemistas serão afetados. Consultada pela reportagem da Rádio Guaíba, a multinacional ainda não se manifestou.

Conforme a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), os atuais estoques de veículos são suficientes para 12 a 15 dias, enquanto o mais comum para o setor seriam reservas para um mês, no mínimo. A Anfavea informou que não consegue estimar os estoques de peças, mesmo porque alguns itens, tal como pneus, por exemplo, não são estocados em razão do espaço que ocupam.

CLAITON DORNELLES/JC

Queda e estimativa de recuperação do setor

A venda de veículos no Brasil teve uma queda de 26,2% no ano de 2020, ao serem licenciados 2.058.437 unidades no país. No mês de dezembro houve crescimento de 8,4% na comparação com o mês anterior, sendo o melhor em vendas dos autoveículos no ano. Entretanto na comparação com dezembro do ano de 2019, houve queda de 7,1%, de acordo com a Associação.

Já a produção de veículos chegou as 209.296 unidades em dezembro, o que segundo a entidade, foi uma boa surpresa, apesar dos desafios logísticos, das limitações de insumos e dos protocolos sanitários.

No acumulado do ano, houve queda de 31,6%, quando comparado às 2.944.988 unidades de 2019 com as 2.014.055 produzidas em 2020.

Quer receber as notícias do Au e ficar bem informado? Clique aqui e entre em um dos grupos de whatsapp.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...